Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Lula: quanto mais 2018 se aproxima, mais espuma a mídia vai criando

A mídia quer provar que não boicota Lula... Escondeu participação do presidente na FAO, mas dá destaque a mais uma espuma com seu nome...

A mídia quer provar que não boicota Lula… Escondeu participação do presidente na FAO, mas dá destaque a mais uma espuma com seu nome…

A grande imprensa reproduz com alarde o fato do Instituto Lula ter recebido pagamentos por serviços prestados a empreiteira Camargo Corrêa.

O fato da empresa estar sendo investigada na operação Lava Jato, não transforma todos os seus atos passados em crimes.

Mas é desta maneira que agem os panfletos travestidos de jornais. A ideia básica é cristalizar junto a opinião pública de que Lula foi beneficiário do esquema das “empreiteiras da Lava Jato”.

Uma questão importante: será que O Globo, Estado de São de Paulo, Folha ou Veja vão apurar as doações de campanha das “empreiteiras da Lava Jato” para os partidos de oposição? Porque teve e muito.

Neste caso não está se cogitando palestras, como é o caso do Instituto Lula, mas de doação de campanha, para partidos e candidatos… Ou quer dizer, ou apostar, que apenas vale afirmar que somente o PT e seus aliados receberam financiamento privado de campanha destas empresas?

Por que a imprensa não lança uma cruzada pela moralização da política e condena a doação de empresas privadas à políticos e partidos?

Não podem, porque seus aliados sobrevivem às custas do dinheiro das empresas.

Por isso, mais uma vez, fazem espuma com o nome de Lula, para tentar beneficiar seus consortes políticos e confundir a opinião pública, julgando fatos antecipadamente e vendendo seus juízos comprometidos.

Não há sentido moralizador em certas “denúncias”, há até bastante contradição nos interesses midiáticos, mas não falta propaganda…

Leia a resposta do Instituto Lula para os questionamentos do jornal o Estado de São Paulo:

Resposta ao Estadão sobre doações ao Instituto Lula

09/06/2015 20:36 | Admin


Recebemos nesta terça-feira (9), do jornal O Estado de S. Paulo, às 17h14 com prazo de resposta até as 19h30, as perguntas abaixo. Segue a íntegra da resposta e depois as perguntas enviadas pelo jornal.

“Os valores citados no seu contato foram doados para o Instituto Lula para a manutenção e desenvolvimento de atividades institucionais, conforme objeto social do seu estatuto, que estabelece, entre outras finalidades, o estudo e compartilhamento de políticas públicas dedicadas à erradicação da pobreza e da fome no mundo. A Camargo Corrêa já manifestou publicamente que apoiou o Instituto, em resposta a matéria de 2013 da Folha de S. Paulo: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2013/03/1250451-instituto-diz-que-objetivo-de-lula-e-o-interesse-da-nacao.shtml

Os três pagamentos para a LILS são referentes a quatro palestras feitas pelo ex-presidente, todas elas eventos públicos e com seus respectivos contratos.

O Instituto Lula não prestou nenhum serviço eleitoral, tampouco emite bônus eleitorais, o que é uma prerrogativa de partidos políticos, portanto deve ser algum equívoco. 

Essas doações e pagamentos foram devidamente contabilizados, declarados e recolhidos os impostos devidos.

As doações ao Instituto Lula e as palestras do ex-presidente não têm nenhuma relação com contratos da Petrobrás.”

Assessoria de Imprensa do Instituto Lula

Perguntas enviadas pelo jornal O Estado de S. Paulo: 

1) A que se referem os pagamentos da empresa Camargo Corrêa para o Instituto Lula e para o LILS? Que serviços eleitorais o Instituto prestou?

2) Os serviços prestados pela LILS são referentes a palestras do ex-presidente Lula? Há registros?

3) Por que o Instituto Lula emite bônus eleitorais como em 2012?

4) Os serviços prestados têm relação com contratos da Petrobrás?

5) As doações/contribuições/bônus pagos têm relação com o PT?

2 comentários em “Lula: quanto mais 2018 se aproxima, mais espuma a mídia vai criando

  1. Cláudio Ribeiro
    11/06/2015

    Marcelo, me perdoe, mas comete um exagero na comparação com os anos 1980. Ou não viveu esta época, ou está apelando p ara a desinformação proposital. Vivi este período e sei muito bem a diferença. Hiperinflação, carne na mesa dos pobres só aos domingos e, geralmente, frango, preços subindo diariamente (MAS SEM RETORNAR AOS PRATICADOS ANTES), desemprego escabroso etc. Concordo que passamos por um momento turbulento na economia, que não é só no Brasil, é bom deixar claro. Também concordo no que se refere aos aumentos na conta de luz, momento inoportuno. É preciso combater a derrama de dinheiro pago aos bancos e rentistas todos os anos através da famigerada “dívida pública”, que precisa ser auditada.

    Curtir

  2. Eu só sei que depois de todos esses anos o Brasil se encontra em uma gravíssima crise financeira, lembra a da década de 1980. As pessoas estão perdendo seus empregos, as vagas que sobram nas empresas tiveram redução de salário, A MISÉRIA E A FOME ESTÃO BATENDO NA PORTA DAS FAMÍLIAS BRASILEIRAS DE VOLTA. A Dilma ao invés de resolver aumentou, junto com os governadores, as tarifas públicas, gerou inflação e ainda por cima aumentou a taxa de juros, ENGORDANDO OS BANCOS…
    É O GOVERNO LITERALMENTE COMETENDO MALDADES CONTRA O POVO. Se continuar dessa maneira o Lula vai é ser derrotado..

    Curtir

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 10/06/2015 por em politica e marcado , , , , , .

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: