Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Qual país queremos?

bolsonaro-queimar-rosca.jpg.pagespeed.ic.07OBYgbPv8

Bolsonaro é um dos representantes da intolerância contra direitos de negros e gays no Congresso, é quem, ao lado dos derrotados nas eleições, ajuda a jogar gasolina na fogueira política

Se é certo que na Democracia, aqui com “D” maiúsculo, todos podem manifestar suas opiniões.

É, também, obrigação de todos zelar pelo ambiente democrático.
Os “desfiles cívicos” patrocinados sabe-se lá por quem, porque aquilo custa muito dinheiro, exibem suas contradições e bandeiras perigosas.

Há os que clamam por ditadura militar;
Há também quem peça intervenção dos Estados Unidos;
Há outros que não disfarçam o ódio contra negros e nordestinos;
Tem quem reclame contra aquilo que cometem como de costume, como fez Agripino Maia e o “suposto primo” do governador Beto Richa;
Há os que, “simplesmente”, querem a morte de Dilma e de petistas;
Alguns outros pedem impeachment na esperança de Aécio assumir a presidência, por pura ignorância política;
Tem a turma dos fundamentalistas religiosos, que pedem graças a deus pela desgraça de quem não gostam;
Tem quem desfile com a suástica;
Tem quem não tolere o vermelho;
Outros batem panelas chique cheias de comida e suas vesículas transbordando bílis;
Há os que amam Miami, mas queimam bandeiras do Brasil;
Desconectados que juram viver em uma “ditadura”, mas saem as ruas para xingar a presidenta da República;
Há as que saem seminuas para ganhar notoriedade e capas de revistas masculinas, onde mostram a vestimenta de seus conteúdos vazios;
Há de tudo um pouco.
Mas falta conteúdo social.
Não existe conteúdo político saudável;
É uma geleia geral de cartazes, que pouco dizem, povoando avenidas e varandas em condomínios de luxo.

Que país queremos?
Livre da corrupção? Sim, mas que é preciso ser cultivado, no dia a dia, pela própria sociedade;
Mais democrático? Sim, com plena representação de todos, não apenas de alguns;
Mais justo socialmente? Sim, mas esta não parece ser a questão central para os “bem resolvidos” que se arrogam superiores para comandar um golpe neste país.
Para estes, glamourizados pela Globo em sua programação dominical, com direito a discurso de Fausto Silva, justiça social é coisa de comunista…
“Então vá pra Cuba!”

Sabemos o país que queremos, melhor do que o de agora, MAS, muito diferente do desenho fascista e reacionário que estes “desfiles cívicos” nos supõe.

Que a consciência do povo nos livre destes mesquinhos reaças.

*Extraído da página no Facebook, Face da Legalidade!

2 comentários em “Qual país queremos?

  1. Pingback: Qual país queremos? | psiu...

  2. Pingback: Qual país queremos? | EVS NOTÍCIA...

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 04/04/2015 por em mídia, politica e marcado , , .

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: