Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Dilma mantém liderança folgada e se aproxima da vitória

pesquisas

Clique na imagem para ampliar

As recentes pesquisas, em uma profusão impressionante de levantamentos, números e tendências, em uma média absurda de mais de uma divulgação diária na reta final de campanha, mostram tendências: Dilma se consolidando na liderança, próximo de liquidar a disputa em primeiro turno, Marina em queda acentuada e Aécio em uma recuperação, lenta, porém gradual.

Havendo segundo turno, pode ser que a polarização PT X PSDB volte a ocorrer.

Marina havia dito, assim que assumiu as rédeas do PSB, que o PSDB cheirava a derrota. Passados quase dois meses desde que passou a liderar a chapa dos socialistas, a candidata do Rede Sustentabilidade talvez tenha que morder a língua e apoiar aos que chamou de derrotados.

Ou, mantendo-se à dianteira dos tucanos, receber, de braços abertos o apoio da velha política e daqueles que protagonizavam a polarização política que impedia o Brasil de avançar mais, segundo suas próprias palavras.

Em uma barca que já acomoda ex-integrantes do DEM, como os Bornhausen e Heráclito Fortes, Marina poderá abraçar FHC, Serra, Aécio e toda a cúpula do DEM, que já manifestou o desejo de apoiá-la e colaborar em um hipotético governo do PSB, sem qualquer constrangimento.

O envelhecimento precoce da novidade política caminha tão rápido quanto a queda nas últimas pesquisas, talvez estes maus resultados, averiguados nos últimos levantamentos, sejam a inequívoca correlação entre as linhas descendentes nos gráficos e adesismo de última hora, vindos da mais variada fauna política nacional.

Dilma lidera entre 45% e 48% dos votos válidos nas últimas três pesquisas divulgadas, ainda serão apresentadas mais umas cinco até sábado. A candidata a reeleição se aproxima da vitória, quem sabe em primeiro turno, mas com folga em segundo turno. A vantagem aberta para os adversários varia de 7% a 9% de vantagem.

Em votos válidos, por exemplo, o Datafolha aponta que Dilma teria, no pior cenário, 54,5% contra 45,5% de Marina.

Aécio corre contra o tempo para tentar ultrapassar a presidenciável do PSB.

Em 1989, Lula chegou a frente de Brizola por menos de 1% dos votos e foi ao segundo turno, este aperto estatístico talvez possa se repetir novamente.

É fato que as recentes pesquisas mostram que Marina perdeu fôlego e testemunha parte de seu eleitorado dispersar-se entre Dilma, Aécio, nulos e brancos.

Dilma tem cinco dias para manter este crescimento junto ao eleitor e, caso não vença já no domingo, ampliar a vantagem ainda mais para qualquer que seja o seu/ou sua adversário(a).

Um comentário em “Dilma mantém liderança folgada e se aproxima da vitória

  1. Pingback: Marina mente sobre CPMF e mídia conservadora tenta esconder | MANHAS & MANHÃS

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: