Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Pesquisas e a hora do juízo final do eleitor

Dilma continua crescendo nas pesquisas, em uma linha ascendente e sólida. Marina aprece estar sendo sustentada por Ibope e Datafolha em índices pouco críveis

Dilma continua crescendo nas pesquisas, em uma linha ascendente e sólida. Marina parece estar sendo sustentada por Ibope e Datafolha em índices pouco críveis

O mercado de pesquisas tem estado tão volátil quanto a Bovespa em dia de divulgação dos resultados dos levantamentos.

O que poderia explicar pontos fora da curva das pesquisas realizadas entre os dias 6 e 23 de setembro?

Hoje ocorreu a maior discrepância até o momento: Vox Populi e Ibope apresentaram números que, apesar de mostrarem oscilações na margem de erro para Dilma e Aécio Neves, exibem Marina Silva com um impressionante desnível de 7% entre uma e outra publicação.

Uma imensa cratera que não encontra explicação, apenas suspeitas de que a candidata evapora-se a uma velocidade preocupante para as suas pretensões de chegar ao segundo turno. Por outro lado, pode ter sido poupada pelo gráfico do Ibope, que será apresentado no Jornal Nacional.

Este é o momento em que as eleições desembocam no juízo final do eleitorado e, que geralmente, aventuras tendem a ser escanteadas pela razão.

Talvez por este motivo a pesquisa Ibope ainda mantenha Marina nos aparelhos, em busca de fatos novos que a resgate de um iminente naufrágio.

Aqueles que chegaram por último na nau da candidata do PSB, podem ser os primeiros a abandonar o barco.

Pesquisas que mostram fortes tendências, de queda ou crescimento, podem ser decisivas para formar o voto de indecisos ou de eleitores pouco certos de suas escolhas até este momento. Tais percalços provocam efeito psicológico negativo no séquito menos combativo e fiel, capaz de criar um clima de desânimo em boa parte de militantes, apoiadores e financiadores de campanha.

Este é o pior momento para o refluxo eleitoral: Marina encolhe em todas as regiões do país e vê seus índices sendo perdidos para os dois adversários e para nulos e brancos.

A exploração da morte de Eduardo Campos já cumpriu seu papel, inflou a ex-senadora e quase aniquilou o tucano Aécio.

Mas por falta de base social consistente, o que seria uma espécie de amortecimento em situações de crise como esta, parece ser um dos motivos de uma queda desenfreada.

Segundo turno: Ibope diz haver empate em 41% entre as candidatas, mas no Vox Populi, Dilma venceria por 46% a 39%.

O Datafolha divulgará pesquisa esta semana e aí faltará apenas uma semana para o primeiro turno. No último levantamento o instituto paulistano divulgou dados que mais se assemelhavam a uma média obtidas pelos candidatos nas pesquisas mais recentes até a semana passada.

A Aécio resta minar Marina e retomar uma diferença que seja capaz de levá-lo ao segundo turno, mas sem tirar pontos da acriana em excesso que possa permitir a vitória petista em primeiro turno. Uma operação matemática e política extremamente complicada.

Confirmados os números do Vox Populi, Dilma entrará na fase mais aguda da campanha de moral elevada e chamando a atenção do eleitor indeciso para seus pronunciamentos.

Salvo movimentos bruscos ou fatos novos bombásticos, explorados massivamente pela grande mídia e oposição, a eleição caminha para uma nova vitória do PT.

3 comentários em “Pesquisas e a hora do juízo final do eleitor

  1. Pingback: VOX ABRE POSSIBILIDADE DE DILMA EM PRIMEIRO TURNO | MANHAS & MANHÃS

  2. Heitor Vianna
    24/09/2014

    Curioso: Vale Vox Populi que trabalha para o Governo Federal e fez essa pesquisa para a Record do bispo Macedo que apoia Dilma ? Ou valem as dos dois maiores institutos do Brasil, IBOPE e Data Folha, muito mais o Data Folha. Não se percebe que essse numeros do VOX, para Dilma, que tem alta rejeição, são afora de proposito?

    Curtir

    • Cláudio Ribeiro
      24/09/2014

      Heitor, o texto fala em se confirmados os números Vou Populi, não dá certezas, mas mostra tendências. Isto está claro, é indiscutível. A crença em um, todos ou nenhum dos institutos de pesquisas faz parte da análise de cada um.

      Curtir

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: