Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Elite condena o projeto petista de governo: PT está certo (!?)

Segundo o Gallup, em pesquisa de 2012, 59% dos brasileiros estavam “prosperando”, e os demais 41%, “batalhando”. O Brasil ocupava a 9ª posição entre os “prósperos”, ao lado da Áustria. Atrás da Dinamarca , Holanda, Canadá, Israel, Suécia, Austrália, Finlândia e Nova Zelândia. O povo parece endossar estes dados…

Alguns dados apresentados são de 2012 e 2013, mas continuam muito atuais.

Apesar de toda a campanha midiática contra o PT, o partido cresceu na últimas eleições municipais e a presidenta Dilma continua liderando a corrida presidencial, segundo últimas pesquisas.

O que poderia explicar tamanha adesão ao ideário petista, justamente no momento em que o partido sofre os maiores ataques a sua imagem, por parte da mídia, em toda a sua história? É importante posicionar que a velha imprensa têm atuado como porta voz dos interesses da elite econômica deste país, desde há muito tempo, logo não fala somente por si em seus editoriais, análises e noticiários.

A vida das pessoas, em geral, segue prosperando e as oportunidades continuam brotando, mesmo com uma crise instalada nos países ricos há mais de cinco anos.

Converge para esta hipótese uma pesquisa da empresa americana de consultoria Manpower, que aponta o país como um dos maiores geradores de empregos no mundo para 2013, líder absoluto na América Latina.

Ou a pesquisa Pnud, da ONU, que aponta avanços históricos na melhora do IDH brasileiro desde 2003, conforme afirmou o representante deste estudo no Brasil, Jorge Chediek: “O relatório mostra que alguns países adotaram modelos de desenvolvimento com maior destaque para a participação do Estado e políticas de transferência de renda que tiveram um resultado histórico”, e que considera o Brasil um dos protagonistas dessa mudança.”

Isto, a grande imprensa, não se dá ao trabalho de destacar. O eleitor não encontrará tais dados folheando grandes jornais ou assistindo jornalísticos das grandes emissoras de Tv. O cerco ao Brasil real tem fortes propósitos políticos, encampa nomes escolhidos pelos conservadores, das mais variadas matizes e exoticidades.

Confira abaixo a opinião de Mauri Cruz, militante do PT desde 1983, que identifica no bombardeio midiático contra o PT, o sinal de que o projeto político do partido está no caminho certo.
Um fio de esperança

O bombardeio midiático contra o PT demonstra que, apesar dos governos Lula e Dilma não terem rompido com o modelo econômico capitalista desenvolvimentista há uma série de ações e medidas que contrariam os interesses dos barões das telinhas.

É aquele consolo quase ingênuo de que, mesmo não concordando ou não entendendo bem o que o nossos governos estão fazendo, enquanto nossos adversários de classe estiverem contrários e críticos há uma possibilidade, mesmo remota, de estarmos no caminho certo.

O levante midiático feito com o advento da ação penal contra os dirigentes nacionais do PT e as repetidas matérias contra petistas ilustres que diariamente frequentam as páginas eletrônicas e televisivas dos grandes meios de comunicação nacionais de alguma forma expressam claramente que “elles” não nos querem no governo, muito menos no poder. Que bom. Nem que seja por isso, devemos lutar por mais quatro anos para a companheira Dilma.

Isso não quer dizer que concordo com o enveredamento de setores das cúpula petista para práticas e posturas nada éticas com recursos públicos. Mas convenhamos, o desvio de finalidade da política sempre foi a marca dos partidos e políticos de direita deste país e, não vejo nenhuma voracidade ética da mídia tupiniquim contra eles. Esta crítica seletiva põe por terra qualquer defesa de honestidade e retidão dos pseudo denunciantes.

De nossa parte, desvios éticos sempre houve na esquerda e isso não é privilégio de campo político e, pelo menos do que conheço, sempre soubemos extirpá-los. Daí que não vejo porque alguns dos nossos companheiros fazem coro à saga da mídia monopolista contra a corrupção olhando só para os governos petistas. Se fosse séria, denunciariam à todos, começando por si mesma. Sim, porque é ali na Globo/Veja e Cia Ltda. que o desvio do interesse público começa. Caso contrário “eles” defenderiam os conselhos de comunicação e licitações públicas para concessão de meios de comunicação, vocês não acham? Por isso, repito, enquanto “elles” estiverem contra nossos governos ainda há um fio de esperança.

Mauri Cruz é advogado socioambiental e filiado ao PT desde 1983.

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 06/09/2014 por em América Latina, economia, politica e marcado , , , , , .

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: