Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

As oposições piram: Dilma mantém folgada liderança no Ibope

Em dezembro de 2010, Lula deixou o governo, ao final de oito anos de mandato, com incríveis

Em dezembro de 2010, Lula deixou o governo, ao final de oito anos de mandato, com incríveis 96% de aprovação

O Ibope apresentou nova pesquisa que mantém Dilma Rousseff com 38% das intenções de votos, Aécio Neves 23% e Eduardo Campos 9%.

A soma de todos os candidatos iguala o percentual de Dilma. Ou seja, a presidenta tem 50% dos votos válidos.

A menos de dois meses do pleito e se aproximando o horário eleitoral gratuito, imaginava-se, apesar de pesada artilharia midiática voltada contra o governo, que, ou Dilma tivesse menos popularidade ou, ao menos, seus opositores estivessem melhor posicionados.

Se considerarmos que os ditos formadores de opinião propagam diariamente que o governo é ruim e o país vive em crise, apesar dos dados reais provarem o contrário, a conjunção destes fatores nos levam a crer que, primeiro, o eleitorado não caiu, em grande  maioria, nessa história de “crise’, em que o emprego e a renda estão mantidos e a salvo de qualquer marola depressiva que possa ser estimulada na economia.

Segundo, e tão importante quanto o primeiro fator, é que a oposição não empolga ninguém, além daqueles que votariam na oposição, fosse quem fosse o candidato. Esses apertariam o botão de confirma em qualquer foto que surgisse na urna eletrônica, desde que não fosse a fotografia da presidenta.

O discurso de “qualquer um, menos a Dilma”, que setores da imprensa e o ex-presidente FHC propagam, só foi capaz de atingir, até este momento, aqueles votos conservadores que se manifestam em todas as eleições desde Getúlio Vargas, está segmentado e movimenta-se raivosamente dentro de um cercadinho reacionário bem delimitado.

O temor dos porta vozes do conservadorismo e do discurso udenista é que Dilma possa conquistar, em um segundo mandato, a popularidade que Lula recebeu do povo em dezembro de 2010, ao ser considerado o presidente mais popular da história com 71% de preferência dos brasileiros.

Se um homem público tão popular e influente já incomoda, imagine duas personalidades e de um mesmo partido político?

E se este partido político for um forte adversário?

As oposições [política e midiática] piram, além do limite do razoável, e os tiram do eixo ao ponto de, se preciso for, manusear as margens de erro das atuais pesquisas…

O Datafolha também apurou que Lula foi considerado o melhor presidente da história por 71% dos eleitores.

O Datafolha também apurou que Lula foi considerado o melhor presidente da história por 71% dos eleitores.

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: