Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Fuser desafia a Globo e a mídia brasileira

Professor Igor Fuser desafia a Globo a mostrar uma única matéria positiva sobre a Venezuela pós Chávez em 15 anos de massacre midiático contra país vizinho

Professor Igor Fuser desafia a Globo a mostrar uma única matéria positiva sobre a Venezuela pós chegada de Chávez ao poder, em 15 anos de massacre midiático protagonizado pela mídia brasileira contra país vizinho

Igor Fuser, professor da UFABC, participou do programa da Globo News, “Entre Aspas”, a comando de Monica Waldvogel, para discutir a situação da Venezuela e os recentes distúrbios provocados pelas manifestações violentas.  Do outro lado da banca, estrategicamente a direita da apresentadora, encontrava-se o professor da USP e pesquisador da Unicamp, José Augusto Guilhon, figurinha fácil na emissora e que estava ali para ratificar a opinião da Globo sobre o atual cenário político do vizinho rico em petróleo.

Fuser não teve papas na língua e disse aquilo que achava que deveria ser dito.

Não quis contemporizar com a ideia pré-estabelecida de que a Venezuela é um regime autoritário.

Fez mais.  Desancou a mídia brasileira e a própria Globo, em pleno caldeirão do criticado, sobre a postura parcial e manipuladora da imprensa sobre a Venezuela pós chegada de Hugo Chávez ao poder.

A Guilhon apenas restou o uso de uma ironia chiliquenta, afeita a quem não tinha condições de enfrentar a argumentação posta, ao mesmo tempo que tentou desqualificar o discurso de Fuser sem apresentar nenhuma evidência clara do que dizia.

O professor da UFABC finalizou sua participação no programa com afirmações fortes e desafiadoras ao poder midiático que a Globo tão bem [ou mal] representa:

“Eu sou leitor assíduo de jornais, de televisão, sou jornalista de formação, eu nunca vi na Globo, nem nos jornais brasileiros uma única notícia positiva sobre a Venezuela. Uma única. A gente pode ter a opinião que a gente quiser sobre a Venezuela, a Venezuela é um pais muito complicado, agora será que nesses 15 anos de chavismo não aconteceu nada de positivo? Eu nunca vi, desafio a me mostrar, uma notícia positiva sobre a Venezuela na Globo. Estou falando isso porque estou na Globo, mas eu diria o mesmo no Estadão, na Folha de São Paulo, em outra emissora de televisão, não é possivel que só mostrem o que é ruim ou supostamente ruim da Venezuela. Quer dizer, cadê o outro lado? Será que os venezuelanos que votaram no Chávez, que votaram no Maduro, são tão burros, que o governo só faz coisa errada?”

Anúncios

3 comentários em “Fuser desafia a Globo e a mídia brasileira

  1. Pingback: Partidarismo da mídia: “Cadê o outro lado?” | Palavras Diversas

  2. Lucio
    07/03/2014

    http://m.youtube.com/watch?v=dcAPljiOB7I
    Será mesmos que todos estes Manifestantes estão errados. Que esta imagens são falsas

    Curtir

  3. KKKK… Essa eles transmitiram e vão ter que engolir; pois não esperavam tal atitude do convidado. KKKK…

    Curtir

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: