Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Míriam Leitão ergueu pedestal popular para FHC em livro. Conta outra!

Miriam empreende sua saga maior: tornar FHC reinventor do Brasil

Sem entrar no mérito da qualidade (ou falta de) do livro homenagem ao governo FHC, “A saga brasileira”, de Miriam Leitão, o que visualizo é o desesperado esforço intelectual que respalde o neoliberalismo praticado por FHC e o resgate das cinzas do esquecimento, do fracasso final de sua obra privatista e recessiva.
Miriam Leitão apelou para Pérsio Arida, um dos idealizadores do Plano Cruzado, ex-presidente do Banco Central do Brasil e do BNDES entre 1993 e 1995, esposo de Elena Landau, poderosa diretora da área de desestatização do BNDES durante o governo tucano, para fazer a apresentação de seu livro.

Pérsio, constrói frases que, sublinhadas, mostram a que vem o livro: triunfar a obra política que originou o Real, erguê-lo ao pantheon de heróis nacionais e, sem qualquer modéstia, tornar a moeda símbolo da invenção do Brasil moderno.

Pérsio presenteia a amiga e defensora em comum das teses neoliberais que quase decretaram o fim do “Brasil brasileiro” com esta épica apresentação:

Em “Saga brasileira – A longa luta de um povo por sua moeda” (Record, 2011), Míriam Leitão recupera a longa saga através da qual o Brasil logrou finalmente livrar-se da hiperinflação. Num país como o nosso, que não tem como um de seus pontos altos a memória e a reflexão sobre sua própria história, isso já seria em si um feito digno de nota e admiração. Mas Míriam Leitão foi além ao chamar a atenção para um ator por muitos ignorado: nosso próprio povo. Todos sabemos que inflação não é criada pelos mercados, mas sim o resultado de políticas econômicas equivocadas. O que poucos se dão conta é que, para que a estabilização econômica seja bem sucedida, tem que haver, além de um bom governo, um pacto social de apoio e adesão.” (Persio Árida, O Globo)
O texto em destaque denota toda a falsa modéstia de quem crê [ou quer fazer crer] que integrou a nau que redescobriu o Brasil.

Não houve bom governo. Houve uma política deliberada de entrega do patrimônio público brasileiro, arrocho salarial e desemprego em massa.

Não houve pacto social.  O que houve foi rolo compressor do ideário neoliberal, capitaneado pelo governo, muito bem distribuído para a opinião, via grande imprensa conservadora, como única saída para o país modernizar-se e tornar-se melhor.

Não houve adesão.  Houve o conflito direto, via criminalização dos movimentos sociais que ousaram enfrentar o governo e sua ostensiva máquina de propaganda midiática.

Por mais que o livro retrate os momentos trágicos da hiperinflação que consumia o país e todos os dramas vividos pelo povo ao longo destes tempos nebulosos de nossa história, Miriam Leitão parte do princípio, em um esforço monumental para ressuscitar o governo FHC e louvar seus “feitos”, que o Brasil só é melhor  hoje porque foi reinventado em 1994, transformando-se, rapidamente, em um país moderno, eficiente e enxuto.

Conta outra, Míriam!

*publicado originalmente em 23 de julho de 2011.

Anúncios

3 comentários em “Míriam Leitão ergueu pedestal popular para FHC em livro. Conta outra!

  1. Pingback: Míriam Leitão ergueu pedestal popular para FHC em livro. Conta outra! | EVS NOTÍCIAS.

  2. Pingback: Míriam Leitão ergueu pedestal pop...

  3. Miriam, Miriam, Miriam… O que voce pensa do povo brasileiro é? Voce acha que somos cegos, surdos e imbecis? Miriam, Miriam, Miriam… Se fosse assim do jeito que voce expõe o governo FHC (PMDB) jamais teria perdido uma eleição para presidente da república. Miriam, Miriam, Miriam… Uma sugestão vai ver se o povo brasileiro está na esquina, vai fia.

    Curtir

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.450 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: