Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Saldão de final de ano das oposições

Poderosos e ricos empresários costumam contratar escolta armada, por segurança.  Já os tucanos contam com escolta midiática ostensiva, como o da revista Veja...

Ricos e poderosos costumam contratar escolta armada, por segurança. Já os tucanos contam com escolta midiática ostensiva, muito bem pagas, como o da revista Veja…

Oposição mor

A grande imprensa teve [e ainda tem] um enorme trabalho para tentar abafar um caso grave de polícia, que envolve um “aecista” de primeira hora. Para quem ainda não sabe ou já esqueceu, trata-se daquele helicóptero da família do senador Zezé Perrella, apreendido pela Polícia Federal e carregado com quase meia tonelada de pasta de cocaína, com piloto e combustíveis pagos com verba da Assembléia Legislativa de Minas Gerais [ALEMG], do gabinete do deputado Gustavo Perrella. Por outro lado, as editorias se contorcem e distorcem para perseguir, linchar e satanizar José Dirceu e José Genoíno.  Magnífico trabalho de manipulação midiática.  Aquela máxima que já valeu muito, algum tempo atrás: não saiu no Jornal Nacional? Não aconteceu!

A Globo enviou repórteres ao Panamá para investigar os donos do Hotel Saint Peter, que ofereceram emprego a Dirceu, mas não foi capaz de enviar repórteres a ALEMG ou à PF para averiguar o caso da derrama do pó? Belo Horizonte fica a cerca de uma hora de voo de São Paulo ou Rio de Janeiro, Brasília um pouco mais.

Como manter saldo positivo da imprensa perante a sua audiência? Mentira vira “verdade”, dúvidas se transformam em “certezas’, aos amigos o “abafa”, aos inimigos o “exagero possível e impossível”… Resultado? Ladeira abaixo, tal qual a audiência do JN e da grade da Globo em novembro.

Oposição prestigiada [pela imprensa]

Joaquim Barbosa saiu do zero e encostou no PSDB nas últimas pesquisas. É muito para quem diz não querer engajar-se politicamente, mas pouco, para quem teve meses a fio de noticiário benevolente e apologia à imagem de justiceiro.

Atropelar a Constituição para manter preso, em regime fechado, José Genoíno, mesmo quando a lei lhe garantia regime domiciliar por conta de sua saúde, não foi ao acaso, fez parte de sua encenação pública de justiceiro [ou carrasco].

O esquecimento proposital do julgamento do mensalão tucano em alguma gaveta suprema, anterior ao mensalão do PT, tornam Eduardo Azeredo e a cúpula tucana muito gratos ao presidente do STF, bastante querido por Aécio Neves para ser seu candidato a vice-presidente em 2014.  Na política nada é por acaso…

Oposição subalterna

Aécio, que viu seu aliado e amigo pessoal, Perrella envolvido em um grave caso de tráfico de drogas, esvazai-se ainda mais e ninguém parece disposto, além de seu próprio partido, a lhe dar um dedinho de prosa… O PPS bateu asas e voou para os braços de Eduardo Campos e o DEM parece disposto a seguir o mesmo caminho ou investir em uma candidatura própria.  José Serra sorri discretamente da ruína eleitoral de seu colega e desafeto tucano.

Aliás, Serra tem muito mais motivos para sorrir, enquanto vê, de camarote, a candidatura de Aécio virar pó, conta com apoio imprescindível da mídia para manter seu nome longe das manchetes do mega escândalo de corrupção do metrô e trens de São Paulo [trensalão tucano], do qual é um dos envolvidos, ao lado de Geraldo Alckmin e do falecido Mário Covas. Como é bom ter amigos imortais…

Muitos políticos e empresários, por segurança, possuem serviços de escolta armada.  Os tucanos recebem escolta midiática, muito bem paga, a Veja e a Folha de São Paulo que o digam.

Quem perde, quem ganha

No apagar das luzes de 2013, Aécio e a verdade dos fatos são os maiores derrotados. Para o senador mineiro-carioca, os horizontes para 2014 são tão tenebrosos como os da seleção da Costa Rica na Copa do Mundo.

Tucanato paulista e a manipulação midiática posam de vencedores, se enxergam livres e a salvo de serem desmascarados frente a opinião pública.

Mas quem sai lesado destes arranjos, cada vez mais desavergonhados e às claras, são a democracia e a sociedade brasileira. Escanteados do verdadeiro saber dos fatos, a Democracia se fragiliza e vira mero objeto de controle para setores mais conservadores da mídia e da política.  A sociedade mal informada, não será capaz de fortalecer a Democracia e defender-se de golpistas travestidos de juízes, jornalistas e partidos políticos.

Anúncios

2 comentários em “Saldão de final de ano das oposições

  1. Pingback: Saldão de final de ano das oposições | EVS NOTÍCIAS.

  2. Pingback: Saldão de final de ano das oposiç...

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: