Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Matéria do Fantástico “agrega valor” ao propinoduto dos fiscais

Matéria do Fantástico sobre esquema de corrupção de fiscais, desde a gestão Serra/Kassab, serviu apenas para glamourizar e "agregar valor" a corrupção... Qualquer semelhança com a chamada de Veja não é mera coincidência

Matéria do Fantástico sobre esquema de corrupção de fiscais paulistanos, desde a gestão Serra/Kassab, serviu apenas para glamourizar e “agregar valor” a corrupção. Qualquer semelhança com a chamada de Veja não é mera coincidência

Deixa ver se entendi? O Fantástico, revista eletrônica semanal da Globo consegue entrevista exclusiva com um dos fiscais corruptos do esquema de propinoduto da prefeitura de São Paulo, Luís Alexandre Cardoso de Magalhães, roubalheira iniciada na gestão de Serra/Kassab e desmascarada pela Controladoria de Fernando Haddad, e o resultado desta exclusiva é uma espécie de glamourização da corrupção? Matéria feita para “agregar valor” ao malfeito…

O que foi apresentado foi o óbvio: corruptos, não importa qual atividade exerçam, buscam enriquecimento e o, consequente, prazer que o dinheiro possa lhes proporcionar.

Logo a chamada histérica para angariar audiência esgota-se nela mesma, o resto é apelo pela morbidez que os detalhes trazem: o auditor fiscal afirmou que chegava a gastar R$ 10 mil em uma única noite, dinheiro obtido com propina.  Isto me fez lembrar da Veja e seu playboy perdulário, elevado a celebridade da vez, publicação sob medida para desviar o foco deste caso que envolve tucanos poderosos.

Foi para isso que jornalistas experientes, da mais poderosa emissora de TV do país, se prestaram?

Por que não apertar o cerco e perguntar, por exemplo: quem sabia e beneficiava-se, de baixo para cima na estrutura administrativa do município, deste esquema criminoso milionário?

Quem seriam essas tais “pessoas que saíram em capas de revista” que o fiscal afirmou ter pago vinhos de R$4 mil? Nem ao menos esta curiosidade?

Do jeito que foi alardeada a matéria, o resultado foi apenas espetacularizar o escândalo, ganhar mais alguns pontos no Ibope e levantar uma cortina de fumaça para proteger culpados graúdos.

A ideia foi fazer as pessoas comuns comentarem, durante toda a semana, sobre os gastos absurdos, a luxuosa vida privada deste indivíduo e seus caprichos carnais, tudo advindo de ato ilícito.

Nada além disso.  Políticos envolvidos e beneficiados por este esquema devem ter ficado satisfeitos com a matéria fantástica.

Abaixo o link da entrevista no site G1:

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2013/11/fiscal-investigado-diz-que-gastava-dinheiro-de-corrupcao-com-diversao.html

Anúncios

2 comentários em “Matéria do Fantástico “agrega valor” ao propinoduto dos fiscais

  1. Pingback: Matéria do Fantástico “agrega valor” ao propinoduto dos fiscais « EVS NOTÍCIAS.

  2. Pingback: Matéria do Fantástico “agre...

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: