Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

A ética Barbosiana: “preciso me aproximar das pessoas [para chegar ao STF]”

Joaquim Barbosa foi festejado pela imprensa para, a qualquer custo, condenar José Dirceu.  A revista Época publicou seguinte elogio: Quando ele proferiu a sentença condenando José Dirceu, tinha consciência de que suas palavras entrariam para a história

Joaquim Barbosa foi festejado pela imprensa para, a qualquer custo, condenar José Dirceu. A revista Época publicou seguinte louvor quando saiu o resultado do julgamento do mensalão: “Quando ele proferiu a sentença condenando José Dirceu, tinha consciência de que suas palavras entrariam para a história”. Ignoram que o supremo juiz teria recorrido a contatos nos bastidores para chegar aonde está hoje…

Em entrevista ao blog de Kennedy Alencar, o advogado Almeida Castro, mais conhecido como Kakay, condena a espetaculização do Supremo via TV Justiça, faz previsões sobre os recursos do mensalão e revela que Joaquim Barbosa lhe teria dito que precisava se aproximar das pessoas para chegar ao Supremo e que teria procurado José Dirceu, então ministro chefe da Casa Civil, para ajudá-lo na indicação ao cargo desejado.

Confirmado o teor desta entrevista, é mais uma mancha na imagem de “justiceiro” e “senhor ética” construída pela imprensa durante o julgamento do mensalão. A apologia exagerada a um homem que teria chegado ao STF apenas por méritos próprios e com independência caem por terra.  Barbosa é apenas mais um igual entre seus pares…

Confira:

‘Dirceu deve se livrar de pena de quadrilha; Barbosa pediu ajuda a ex-ministro’

Para Almeida Castro, Barroso e Zavascki serão decisivos; ele diz que Joaquim Barbosa pediu ajuda a Dirceu para chegar ao Supremo
Antônio Carlos de Almeida Castro afirma que “a tendência é que caia a imputação de formação de quadrilha” contra José Dirceu. Para o advogado, dois “novos” ministros do STF, Roberto Barroso e Teori Zavascki, darão votos decisivos para rever condenação pelo crime de quadrilha na análise dos embargos infringentes. Almeida Castro defende a “tese antipática” de que a TV Justiça não transmita julgamentos penais. “Processo penal não pode virar esse espetáculo que virou o processo do mensalão.” Ele conta bastidores da indicação de Joaquim Barbosa para o Supremo, que teria pedido ajuda a Dirceu, então na Casa Civil do governo Lula. Afirma ter apresentado Barbosa a Dirceu. “[Barbosa] fez toda a força do mundo que podia fazer [para chegar ao Supremo]“, diz Almeida Castro. Segundo ele, Barbosa teria lhe dito: “Eu tenho excelente currículo. Preciso me aproximar das pessoas”. Na reunião, Dirceu teria dito a Barbosa: “O ideal é que o sr. não precisasse falar comigo, porque, em tese, o sr. pode me julgar no futuro”.
Anúncios

3 comentários em “A ética Barbosiana: “preciso me aproximar das pessoas [para chegar ao STF]”

  1. Pingback: A ética Barbosiana: “preciso me aproximar das pessoas [para chegar ao STF]“ « EVS NOTÍCIAS.

  2. Pingback: A ética Barbosiana: “preciso me ap...

  3. E lala como são as coisas!!! Eu não entendo mais nada.

    Curtir

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 05/11/2013 por em politica e marcado , , , , , , .

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: