Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Refugiados iraquianos, afegãos e palestinos [também] não chocam o mundo?

Grande imprensa ignora e omite situação catastrófica de povos de nações ocupadas pelos EUA e OTAN, mas bombardeia com informações sobre a Síria.  Estratégia de convencimento da opinião pública mundial é paralela aos momentos que antecedem ações militares

Grande imprensa ignora e omite situação catastrófica dos povos das nações ocupadas pelos EUA e OTAN, mas bombardeia com informações sobre a Síria. Estratégia de convencimento da opinião pública mundial é sincronizada para anteceder as ações militares do Ocidente

Então fica combinado assim, sobre o que ocorre na crise síria:  A preocupação de Obama é genuína com o povo sírio, sua ação é digna de um legítimo benfeitor global e defensor dos oprimidos…

Pois é.  É desta forma que a grande imprensa internacional, incluindo nossos repetidores midiáticos locais da moral ocidental, retrata um dos lados no conflito no Oriente.

Tenho visto chamadas em portais de internet sobre relatórios da ONU que falam sobre milhões de sírios refugiados pela guerra civil, mas ainda não encontrei, ao menos na imprensa hegemônica, análises sérias que apontem que a guerra civil na Síria tem dois lados distintos.  Um é o governo de Damasco e seus aliados, Rússia e Irã, e o outro rebeldes apoiados pela Liga Árabe, que recebem apoio financeiro e bélico dos Estados Unidos, logo também de Israel, e da OTAN.

Então somente agora, Obama, em seu segundo mandato e ganhador do prêmio Nobel da Paz, se preocupa com os sírios e a dor que a guerra, que seu governo estimula e tem ajudado a prolongar, porque tem lado assumido neste conflito? Pretexto tardio para intervir militarmente em um país que não serve aos seus interesses geopolíticos na região?

A imprensa, que noticia com razão a tragédia do êxodo forçado de milhões sírios por conta de uma guerra que os Estados Unidos e a OTAN alimentam com armas e dinheiro, também não faz o mesmo, pelo menos não com a mesma intensidade e coragem, sobre aqueles que são obrigados a abandonar suas casas no Afeganistão, Iraque, Egito, Líbia e Palestina? Não por mera coincidência, países atacados e ocupados pelo grupo multinacional que agora se assanha para destituir o governo de Damasco.

O bombardeio midiático pró-Ocidente tenta nos fazer crer que a Síria é malvada e os Ocidentais pró-Obama, os mocinhos.  Nem lá, nem cá…

Pior que isso.

O noticiário comprometido com um dos lados, tenta nos fazer esquecer das tragédias que ocorrem todos os dias em territórios ocupados pela maior potência mundial e seus aliados.  Diariamente morrem centenas de pessoas vítimas de atentados praticados por grupos extremistas, pelos excessos das tropas de ocupação estrangeiras ou pela incapacidade dos governos fantoches impostos a estas nações para solucionarem este drama.

A Palestina é ocupada e atacada por Israel há décadas, o uso de armas químicas já foi denunciado à comunidade internacional, mas nem a América, a ONU ou a grande mídia internacional deu ouvidos aos gritos de terror nos territórios ocupados.

Para estes agentes do Ocidente, só vale cobrir a reação extremada dos agredidos e transformá-la em rótulo de atitude radical, justamente  para a opinião pública internacional poder condená-los e ficarem ao lado dos “mocinhos” de Washington e seus parceiros europeus.

A Síria, encaminha-se para se tornar a próxima vítima do intervencionismo dissimulado e violento destes países, sob a complacência da ONU e o assombro impotente da opinião pública.

Anúncios

Um comentário em “Refugiados iraquianos, afegãos e palestinos [também] não chocam o mundo?

  1. Maria Meneses
    04/09/2013

    É preciso denunciar divulgar.

    Curtir

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: