Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

E no meio da desinformação a tragédia Síria

Guerra civil síria já vitimou mais de 100 mil pessoas.  Interesses geopolíticos alimentam a tensão sobre o Oriente Médio, Israel age para sufocar regime Sírio

Guerra civil síria já vitimou mais de 100 mil pessoas em dois anos. Interesses geopolíticos alimentam a tensão sobre o Oriente Médio, Israel age para sufocar regime Sírio

Após um violento massacre de civis na periferia de damasco, capital da Síria, o que se seguiu foi uma gigantesca onda de informação dando conta de que o governo foi o autor do massacre, segundo a oposição e o Ocidente, com requintes de crueldade, através do uso de armas químicas.

Daqui do Brasil quem acompanhou a notícia pela internet, portais e sites de jornais, pôde perceber que a corrente de informação apresentava, e ainda apresenta, o fato com uma certeza clara e um lado definido.  A oposição síria, o Ocidente [leia-se Estados Unidos, Israel e União Européia] e a grande imprensa mundial, em poucas horas e sem qualquer apuração mais cuidadosa do ocorrido, dizem ao mundo que a Síria usou armas de destruição em massa contra seus próprios cidadãos.

É difícil crer que uma acusação como esta, em um país em crise prolongada e cercado de agentes de desinformação militar de ambos os lados, possa ser confirmada sem observações de cenários mais complexos.

O bombardeio midiático, diplomático e político levanta suspeitas.

Israel já utilizou armas químicas, fósforo branco, contra civis palestinos e nenhuma ofensiva desta natureza foi presenciada. Pelo contrário, apenas a mídia alternativa noticiou o fato para tentar furar o bloqueio da desinformação levantado pelo Ocidente.

O mundo presencia uma tragédia que pode ter vitimado mais de mil inocentes, sem sabermos, de fato, quem pode ter cometido tal crime bárbaro.

Não posso crer, pura, simples e inocentemente, apenas nas palavras impressas e veiculadas pela mídia que consagra a versão ocidental para este fato.  Assim como não se pode descartar o envolvimento de nenhuma das partes, inclusive confirmando o dolo do governo Sírio.

Não é possível esquecer a mentira criada pelo governo Bush, apoiada pela ONU e sustentada pela mídia hegemônica mundial, de que o Iraque dispunha de armas letais e que o regime de Saddam Hussein a usaria a qualquer momento.  Desinformação elevada à certeza absoluta de supostas autoridades genuinamente preocupadas com o povo iraquiano, como um pretexto para invadir, pilhar, tomar suas riquezas e destruir um país.

Saddam Hussein não era um personagem do bem desta história, muito menos os invasores do Iraque…

A instabilidade criada em alguns países do Oriente Médio, não coincidentemente, adversários do Ocidente, levanta ainda mais suspeitas para uma ação conjunta dos países centrais, aliados dos Estados Unidos, para fortalecer suas posições em uma região rica em petróleo e com posições estratégicas na disputa política com a China e a Rússia.

Por outro lado, ditaduras amigas do Ocidente na região não são incomodadas e se mantém fortes, oprimindo, com a ajuda dos detratores da Síria, seus povos.

Contradições de uma diplomacia baseada no oportunismo e na falácia diplomática.

O caso sírio é grave, já matou mais de 100 mil pessoas em dois anos de conflitos.

Mas o que a imprensa não informa a opinião pública mundial, ou se recusa a informar com destaque, é que os oposicionistas são financiados e armados pelo Ocidente e que dispõe de um arsenal de combate poderoso para prolongar a guerra civil por mais tempo.

Este texto não busca inocentar o regime sírio, mas levantar suspeitas sobre o avassalador tsunami informacional que correu o mundo sobre o fato.

Acima tudo, lamentar que civis continuem sendo vitimados pela guerra travada entre ocidente e Oriente, a qualquer custo.  Síria, Líbia, Egito e Iraque são exemplos claros da guerra que segue na região.  Sem esquecer da Palestina, que o Ocidente ignora o sofrimento de um povo sob décadas de ocupação israelense, com apoio dos Estados Unidos e complacência da ONU…

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 21/08/2013 por em politica e marcado , , , , , .

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: