Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

O que o povo quer [I]: futebol mais cedo e organizado

Estádios vazios, jogos começando após o fim da novela da Globo e torcedor desvalorizado... Cenário do futebol entregue aos interesses de uma emissora de TV e contra a vontade de quem prestigia o espetáculo

Estádios vazios, jogos começando após o fim da novela da Globo e torcedor desvalorizado… Cenário do futebol entregue aos interesses de uma emissora de TV e contra a vontade de quem prestigia o espetáculo

O meia Alex, do Coritiba, em uma entrevista ao jornal O Lance, criticou duramente os dirigentes que dominam o futebol brasileiro.

O meia afirmou que quem manda no futebol é a Globo e que a CBF é só uma central de protocolo do esporte.

Condenou duramente que a emissora carioca, atolada em uma grave crise ética pela sonegação bilionária ao Fisco, marque partidas para depois de suas novelas. castigando o torcedor que precisa acordar cedo no dia seguinte para trabalhar.

– Acho que a CBF não tem uma interferência dentro do futebol tão grande. A CBF cuida apenas da Seleção Brasileira. Quem realmente cuida do futebol brasileiro é a Globo. A gente sabe que a Globo trabalha na dependência da novela. A gente brinca aqui no Coritiba que os jogos de quarta-feira só rolam depois do último beijo da novela – desabafou o jogador, ao ser abordado se o jogador no Brasil se preocupa com a política do futebol.

– Pô, a gente joga bola dez horas da noite. Eu, que vou jogar, vejo uma situação ruim, preciso ficar no hotel o dia inteiro esperando um jogo dez horas da noite. Isso é ruim. Mas estou dentro de um hotel, confortável, tranquilão, vou jogar 90 minutos, tomar banho e vou embora para casa. E o torcedor? O cara sai de casa ou do trabalho, precisa ir para o estádio dez horas da noite, assistir ao jogo, voltar para casa, e ainda precisa acordar sete horas da manhã no outro dia. Poxa, isso é desumano. Por isso que os estádios estão vazios. A CBF é apenas uma sala de reuniões – complementou.

Hoje o futebol é apenas mais um produto da grade da Globo, é um programa que precisa se encaixar nos horários vagos.  Se clubes e CBF valorizassem seus espetáculos e privilegiassem seus torcedores, o futebol teria dias e horários pré-definidos para sua exibição na TV e quem vencesse a concorrência é que teria que arrumar espaço em sua programação para exibi-los.

Em uma enquete no site Lancenet, esmagadora maioria votou sim para a seguinte enquete: Você acha que os jogos de meio de semana, realizados às 22h, deveriam começar mais cedo?

O torcedor quer respeito dos clubes, da CBF e da Globo, não quer mais estar exposto a horários desumanos e ao descaso de quem comanda os espetáculos.

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: