Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Futebol brasileiro: dívidas crescem muito mais que as receitas

Clique na imagem acima e veja o tamanho do rombo das finanças dos principais clubes brasileiros. Apesar do incremento das receitas, dívidas cresceram muito mais

Mais umas palavrinhas: Dívidas crescentes, má gestão dos dirigentes e dependência excessiva da TV, o que é prejudicial aos interesses dos torcedores, tornam um cenário que teria tudo para ser próspero em algo caótico. Futebol brasileiro, às vésperas de uma copa do mundo em território nacional, desperdiça grande oportunidade de organizar seu negócio, .
Remodelação dos estatutos de clubes, ligas e federações, a começar pelo impedimento de reeleições indefinidas, em troca de apoio do governo para receberem prazos maiores para quitar dívidas públicas, poderia ser o princípio da democratização e mudança de paradigma organizacional do futebol brasileiro.

Responsabilização judicial de cartolas, inclusive penalizando com a indisponibilidade do patrimônio adquirido durante o mandato, em gestões temerárias, poderiam inibir práticas nocivas que inviabilizam a profissionalização do esporte de maior popularidade do país.
Em regra geral o que existe hoje, são dirigentes amadores irresponsáveis que gastam o que não têm para projetarem seus nomes, dentro e fora dos clubes que dirigem.

 
Dívida que só cresce: ajuda da União não diminui rombo dos clubes brasileiros

A dívida total dos 15 maiores clubes brasileiros, até o último balanço oficial, com dados de 2011, passava de R$ 3,2 bilhões. O número é 70% maior que o de 2008, ano em que o governo federal resolveu oferecer uma ajuda às agremiações, por meio da Timemania. Apesar do suporte, as diretorias, mesmo com receitas maiores, fizeram o pacote de dívidas crescer, por falta de controle de gastos.

A fórmula era simples: os clubes confessariam seus débitos, refinanciariam as dívidas fiscais, se comprometeriam a pagar em 240 parcelas e, além disso, parte do dinheiro das apostas serviria para abater o que deviam – na época, a expectativa era de arrecadar R$ 500 milhões por ano com a loteria. Cinco anos depois do lançamento, o programa é considerado um fracasso e pouco ajudou na saúde financeira do futebol, segundo dirigentes de clubes e especialistas.

– O principal fracasso dela foi a adesão. O governo, na época, acreditava que seria um verdadeiro sucesso. O torcedor jogaria para ajudar o time dele, mas o fato é que isso não ocorreu – afirmou Carlos Aragaki, sócio da Mazars Auditores e especialista em auditoria de clubes.

O Corinthians, em seu balanço mais recente, de 2012, mostra que o valor arrecadado na Timemania foi de apenas R$ 2 milhões, pouco em relação ao total de R$ 177,1 milhões do endividamento.

Diante deste cenário, o Ministério dos Esportes tenta uma nova empreitada. Recentemente, a pasta decidiu apadrinhar um projeto do deputado federal Vicente Candido (PT-SP), que tem o mesmo objetivo da Timemania. Sem loteria, a ideia, ainda em estudo, é ter contrapartidas sociais, incentivo ao esporte olímpico e penalidades desportivas para os clubes e cíveis para os presidentes.

– Um projeto como esse precisa ser feito junto com os clubes ou não vai funcionar – disse Cristiano Kohler, diretor geral do Vasco.

– Somos inteiramente a favor disso. Vai ser uma forma de resgatar o desenvolvimento de atletas olímpicos – afirmou Sérgio Landau, diretor executivo do Botafogo.

Camila Mattoso / Lancenet
Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 09/08/2013 por em esporte, futebol e marcado , , , , , .

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: