Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Imprensa forja inflação de expectativa para derrubar economia

Somente em novembro de 2002 a inflação superou os 5 primeiros meses de 2013,  ultrapassou os 3% em 30 dias, e nem por isso a mídia fez tanto alarde... Discurso inflacionário é combinado e danoso a economia

Somente em novembro de 2002 a inflação superou os 5 primeiros meses de 2013, ultrapassou os 3% em 30 dias, e nem por isso a mídia fez tanto alarde… Discurso inflacionário é combinado e danoso a economia [clique para ampliar]

Últimos índices inflacionários colocam em polvorosa as redações da velha imprensa brasileira…

De fato a inquietação ocorre em aquários com ar condicionado, bem iluminados e localizados em grandes cidades brasileiras, mais especificamente nas redações.

O descontrole inflacionário que é disseminado como sinal de uma crise econômica capaz de pôr abaixo as estruturas produtivas, a renda e o nível de emprego, segue solto nas páginas impressas e nos comentários televisivos, mas não se manifesta no cotidiano das famílias brasileiras como algo tão vultuoso como é alarmado.

Muito pelo contrário, os atuais números do IPCA se mantém dentro da meta do Banco Central e desde 2004, a inflação fechou nas alvos estipulados pela autoridade monetária brasileira.

O que é explorado junto a audiência tá mais para peça publicitária política do que para análise isenta da economia do país.

O comportamento da inflação tem se caracterizado por ajustes sazonais e pressionados pela forte demanda interna.  O que é bom sinal: a renda cresce e o consumo das famílias aumenta,  ocasionando períodos de valorização de determinados produtos pela incapacidade da produção acompanhar a procura dos consumidores.

Atualmente os movimentos de ajustes tendem a cessar quando a oferta e a procura se regularizam, retornando os preços aos patamares anteriores do desequilíbrio e o rendimento das pessoas não se deteriora.

Bem diferente de épocas em que a economia estava descompassada e a renda não conseguia acompanhar os índices do custo de vida.  Até 2002 foi assim, a partir de 2003 iniciou este novo ciclo de valorização dos salários e crescimento robusto do consumo interno.

O que parece estar ocorrendo fortemente é uma ação combinada para gerar aumentos de preços provocados pelas expectativas dos agentes de mercado de que a inflação futura tende acrescer, segundo suas próprias previsões.  Projetam cenários nebulosos e o setor produtivo “resguarda” suas margens de lucro com aumentos.  Movimento conhecido como inflação de expectativas, contaminando a economia e criando obstáculos para que o Copom não evite o estouro de sua meta.

Meta superada, fato político criado, dificuldades para articulação eleitoral e diminuição da aprovação popular do governo.  O roteiro desenhado é este pela oposição e pela “mídia especializada”, falta combinar com os russos: a equipe econômica e o povo brasileiro…

Nove dos 29 meses de governo de Dilma superaram o teto da meta de inflação, colados a margem, mas os dois anos anteriores estiveram dentro das expectativas, assim como 2013.  É ou não é terrorismo econômico?

Em nove dos 29 meses de governo de Dilma o teto da meta de inflação foi superado, colados a margem superior.  Mas os dois anos anteriores estiveram dentro das expectativas, assim como 2013. É ou não é terrorismo econômico? [clique para ampliar]

Desde 2004 governo se mantém dentro do que é previsto para a inflação, diferente de anos anteriores onde a meta foi estourada, destaque para 2002 que superou 12% ao ano... [clique para ampliar]
Desde 2004 governo se mantém dentro do que é previsto para a inflação, diferente de anos anteriores onde a meta foi estourada, destaque para 2002 que superou 12% ao ano… [clique para ampliar]
Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: