Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Formiguinhas de volta: solidárias e no mesmo front

Formigax

Blogosfera progressista e independente pode ser capaz incomodar e causar reveses a grande imprensa…

Casa nova, no mesmo front, uma convocação dos velhos amigos e em busca de outros novos.

O Blog Palavras Diversas, após uma breve pausa,  motivado pela perda do domínio no blogger, ressurge, revigorado, agora no WordPress, para continuar seu trabalho de formiguinha da internet: combater a desinformação da grande imprensa e contribuir pela democratização da mídia.  Somos modestos, em audiência e repercussão, mas levamos às pessoas que estão ao nosso alcance pontos de vista e ângulos, geralmente, desqualificados pela grande imprensa.

A liberdade de expressão é um bem essencial para a construção de uma sociedade sã e conhecedora de seus direitos e deveres, pouco suscetível a manipulações grosseiras ou até mesmo capaz de identificar e rechaçar elaboradas adulterações informacionais.

A sociedade brasileira é ainda, em boa parte, levada a crer ou defender interesses que lhes são contrários, que prejudicam a coletividade, em benefício de poucos.  A grande imprensa move montanhas de dinheiro e recruta personalidades para fazer o povo crer que lobos são cordeiros, mentiras são verdades e que agem voluntariamente para o bem comum…Quando, na verdade, ocorrem impressionantes derramas de divisas para, entre tantas coisas, monopolizar o futebol, abocanhar volumes exagerados de verbas publicitárias do governo sem a audiência equivalente, manipular debates presidenciais a favor de aliados, impedir que a campanha do desarmamento fosse vitoriosa porque contrariava os fartos proveitos da indústria bélica, vazamento suspeito de informações do ENEM, de dentro de uma gráfica do grupo Folha, para impedir a consolidação do exame etc.  A nossa história recente está repleta de exemplos das ações sombrias, das nocivas jornadas desinformantes como as imediatamente citadas.

O Blog Palavras Diversas surgiu há pouco mais de 3 anos, oferecendo seu pequeno espaço para privilegiar diferentes versões de fatos relevantes e consolidar a blogosfera progressista como espaço propício de disseminação de idéias.

Três anos se passaram e ainda é possível perceber, para a infelicidade da maioria, que a liberdade de expressão e a democratização da mídia pouco avançaram.

O governo Dilma, apesar dos consideráveis avanços sócio-econômicos, mostra-se tímido para enfrentar tão importantes batalhas.  Pior, abriga no Ministério das Comunicações um personagem  acomodado e indisposto a promover o debate que urge: democratizar a mídia e realizar, por força de lei, a liberdade de expressão, plena e para todos!

Paulo Bernardo, como estes mais de dois anos inequivocamente demonstraram, não será quem levará adiante tais urgências a se transformarem em realidade, frente a oportunidade histórica que se apresenta: um governo de grande apelo popular e identificado pela maioria do povo como progressista.

Luiz Carlos Azenha e, mais recentemente, Paulo Henrique Amorim sofreram pesados ataques daqueles que não aceitam vozes discordantes e jogam pesado para calar críticos que enxergam e denunciam o conluio entre setores políticos conservadores, a mais alta corte do país e interesses econômicos poderosos, que a grande imprensa protege.

O governo não se movimenta para defender jornalistas e blogueiros que trazem a tona informação consistente, geralmente descartada pela imprensa conservadora.  Para isso, o governo não precisaria politizar esta contenda ainda mais, mas tão somente fazer valer suas prerrogativas e apresentar ao Congresso o projeto de Lei de Meios de autoria de Franklin Martins e de sua equipe, entregues na transição dos governos Lula-Dilma.  A disposição política precisa existir para mobilizar a sociedade e o parlamento em torno do tema.

Bernardo engavetou proposta progressista de Martins e hoje o que se presencia é a vitória da intimidação, por meio de pesadas sanções econômicas, contra opiniões dissonantes, tudo com o aval da Justiça… A luta de hoje se assemelha, muito tristemente, a de latifundiários que expulsam os trabalhadores do campo na base da violência, calando os que ousam discutir, sob a complacência do STF e da imobilidade política do governo, que costumeiramente é vítima de manipulações e campanhas midiáticas de fundo político praticadas por conhecidos veículos de comunicação.

A liberdade de expressão e a democratização da mídia encontram-se sitiadas pela violência de potentes silenciadores midiáticos que se utilizam, indiscriminadamente, de sórdidos artifícios para manter a sociedade brasileira desinformada e impedir a ascensão de novos players no negócio da comunicação social.

Voltamos e voltamos solidários aos blogueiros atacados pelo poder econômico e tantos outros vitimados pela força bruta Brasil adentro.

Acorda Dilma, enquanto Bernardo não se move, o país se mantém no atraso da monopolização da informação, desempenhada por poucas famílias dispostas a tudo para preservar seus inconfessáveis interesses.

Anúncios

Um comentário em “Formiguinhas de volta: solidárias e no mesmo front

  1. Assaz Atroz
    04/06/2013

    Formiguinha presente!
    Abraços

    Curtir

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: