Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Maduro derrota Caprilles [que não se conforma com a vontade do povo]

Povo venezuelano foi às ruas comemorar a vitória de Nicolás Maduro e continuidade da revolução Bolivariana, apesar do resultado apertado, triunfo de herdeiro político de Chávez é considerável.  Restou a Caprilles  inconformar-se com a vontade do povo

Chávez foi vencido por um câncer e seus adversários logo se assanharam e imaginaram uma vitória sobre seu grupo político.
Pensaram que sem a figura do político carismático à frente, os partidários do chavismo poderiam se dividir e garantir a vitória de Caprilles, o candidato da direita venezuelana.
De certo parece ter havido pequena divisão no chavismo, alguns talvez tenham mudado de lado por não acreditarem na revolução sem Chávez.
Outros possam ter desencantado. Hipóteses.

Mas o fato é que Maduro venceu, com de 1,5% de diferença seu adversário, e conseguiu tal façanha tendo que se apresentar como herdeiro político de Chávez [indicado pelo ex-líder bolivariano] e tornar-se a figura do consenso e da união em pouco tempo, para seguir adiante com o projeto de Chávez.
Maduro fez-se presidente contra um grupo poderoso, econômica e politicamente, enfrentou, segundo relatos, a interferência do Departamento de Estado Americano que somou-se aos oposicionistas na denúncia contra a lisura do pleito, muito antes de se realizar a eleição, que Jimmy Carter, ex-presidente americano, já declarou ser uma das mais transparentes do planeta…

Derrotou oponentes que gozaram da leniência colombiana que permitiu a entrada de terroristas na Venezuela para desestabilizar o país às vésperas da eleição.
Por fim, Maduro fez-se presidente legitimado pela vontade do povo.
Dois caminhos à frente: oposição fechar o cerco e paralisar o país, minando o apoio popular à Maduro.
Ou Maduro reconquistar o apoio da grande maioria dos venezuelanos.
Dependerá também de suas ações iniciais e de seu futuro governo.
Aos derrotados apenas o chilique dos inconformados pela vontade do povo, só se ganha com maioria e não com uma “minoria considerável”…

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 15/04/2013 por em eleições, Hugo Chávez.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: