Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

DEMóstenes, Cachoeira, oposição e a grande imprensa: ação entre amigos

Demóstenes Torres não era o que a grande imprensa queria nos fazer crer… “Menestrel da ética e da honestidade”, tinha ligações perigosas com o crime organizados.  O DEM não sabia? Nem do Arruda?

Por que será que a grande imprensa não aprofunda as investigações sobre Demóstenes Torres, o senador do DEM por Goíás, até sufocá-lo e fazer ruína de seu mandato?
Que vá além da maneira estanque que fazem até o momento, sem grande alarde?
O caso é escandaloso, há sério envolvimento de um político com um contraventor, Carlinhos Cachoeira, que teria até presenteado o excelentíssimo senador com uma cozinha que custaria milhares de reais.  A troco de que?
A Veja não se interessa em investigar?
Será que é preciso esperar mais para saber o porquê?

Creio que o respeito as leis se aplique a todos, seja situação ou oposição, saiu da linha, que seja enquadrado nos rigores da lei.
Cometeu desvios?  Que a imprensa use todo o seu aparato investigativo para apurar e levar a sociedade todas as denúncias.

Partidarismo engajado da grande imprensa
Mas se a situação em questão envolvesse um senador governista?
Alarde e shows pirotécnicos, novelas jornalísticas diárias, cerco incessante até provocar a queda inevitável do acusado.
Não que se condene tal comportamento da imprensa se os fatos se comprovam.
Assim tem que ser, para o bem da sociedade e da manutenção do sistema político sadio.
Mas tem que ser para os dois lados.
Porque senão se comprova o que a senhora Judith Britto afirmou para o suspeitíssimo Instituto Millenium durante o período eleitoral em 2010, que a imprensa faz o papel da oposição, por julgá-la por demais fragilizada e, assim, busca “equilibrar” a peleja política.
De forma crua: toma partido, escolhe de que lado pelejar.

Mas não era assim antes…
Durante o primeiro mandato de FHC, o governo passava como um rolo compressor sobre a oposição no Congresso.  Não negociava, na imposição votava e aprovava, sem qualquer discussão mais séria, as matérias de seu interesse.
Assim foi com a emenda da reeleição, com as privatizações, reforma da previdência entre outras matérias nocivas ao interesse nacional, aprovadas na força da maioria parlamentar e apoiada pela grande mídia que pautava os assuntos como essenciais para a modernização do Brasil.  Deixando os governistas bem na foto e os oposicionistas como expoentes do atraso e de aturem contra o país.

No entanto a imprensa não reagiu ao rolo compressor dos tucanos, abrigando idéias da oposição de esquerda para tornar o jogo político menos desigual naquele momento.

Muito pelo contrário.

As forças da mídia agiram para devastar os partidos de oposição, criminalizar os movimentos sociais e transformar em bandidos os sindicatos de trabalhadores que se opunham a todos projetos que o governo aprovava no parlamento.

Os petroleiros foram transformados em criminosos contra a segurança nacional por conta de uma greve da Petrobrás, ali, governo e imprensa, irmanados, se mobilizaram para destruir uma categoria importante e, “no lucro”, acabar com a petrolífera brasileira, ao ponto para levar as prateleiras das privatizações.  Felizmente não conseguiram.

O que se apura, aqui e ali, de maneira descoordenada sobre Demóstenes Torres, o ex-menestrel da ética e da honestidade, imagem que a grande imprensa lapidou para o senador goiano, é de uma gravidade extrema.

Torres foi envolvido no escândalo depois que grampos feitos pela Polícia Federal vazaram e que evidenciam que o senador falava frequentemente com o bicheiro. Além de receber presentes e pedir dinheiro a Carlinhos Cachoeira.

Ligações perigosas de um senador da república, da oposição, com acesso constante ao púlpito da grande imprensa, com uma liderança do crime organizado.

A grande imprensa brasileira tem um histórico de acobertar malfeitos de seus aliados, como Serra, Rodrigo Maia, também do DEM entre tantos outros.

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 29/03/2012 por em Uncategorized.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: