Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Cabral ajuda Barcas S/A e o povo é quem banca o mimo

Esta manchete é velha, mas já se confirmou.  Barcas S/A faz “negócio da china” com Cabral e povo subsidia péssimos serviços que só o prejudica

O Rio de Janeiro experimentou a política privatista dos governantes tucanos no final dos anos 1990.  O governador Marcello Alencar, alinhado com a política neoliberal de FHC, reduziu drasticamente o controle do Estado sobre empresas públicas e concessões de serviços públicos.
Light, Flumitrens, Conerj, banerj, Telerj, Metrô, Cerj, CEG, Coderte etc. Todas estas empresas foram vendidas (ou dadas quase de graça) ou se tornaram alvos de processos licitatórios suspeitos para repassar serviços públicos à iniciativa privada.

Um estudo realizado pelo CREA/RJ apontou que “no Estado do Rio, há situações escandalosas, apontadas nos relatórios de auditorias independentes, que nos permite afirmar que em todas as privatizações houve negociatas: a subestimação dos valores de venda, a paralisação de serviços, o descumprimento de decisão do TCE – Tribunal de Contas do Estado, o uso da “moedas podres”, desrespeito à Constituição Estadual, a formação de monopólios privados, a concessão de vantagens aos compradores não previstas nos editais de licitação, entre outras. E, na maioria dos casos, a população sentiu a queda da qualidade dos serviços prestados, sem falar nos aumentos de tarifas e preços para o consumidor. Muitas são as irregularidades detectadas, mas a maior delas é a própria privatização de serviços e empresas estratégicas para a promoção do desenvolvimento nacional em bases sustentáveis e que reduza a pobrezas e elimine a exclusão social.”  Ou seja, nada muito diferente do que aconteceu nos processos de privatizações Brasil afora, capitaneado por Serra e seus aliados no governo do PSDB, o que bem trata o livro de Amaury Ribeiro Jr, “Privataria Tucana”.
Governos sucederam Alencar e o problema só tem se acentuado.

Metrô, Light, Oi-Telemar, Supervia e Barcas S/A apresentam serviço de baixa qualidade, geralmente, danoso ao cliente.

O governo de Sérgio Cabral tem se mostrado demasiadamente leniente com os problemas apresentados pelas concessionárias e, em vez de puni-las, dá uma “mãozinha” com a elevação exorbitante dos preços das tarifas.

O secretário de transportes do estado, Júlio Lopes, chegou a justificar o aumento de 60% da tarifa da travessia de barcas Rio/Niterói como essencial para equilibrar as finanças da concessionária Barcas S/A, como uma forma de evitar a piora ou a interrupção dos serviços…Há o que piorar?

O Estado agracia com aumento abusivo a quem deveria multar e cassar a concessão por incapacidade técnica de execução.
Cabral e Júlio Lopes repassam ao cidadão os custos para recuperação financeira de uma empresa, provocada, justamente,  pela péssima administração do consórcio que administra um serviço que tem piorado e muito o atendimento ao público.

Cabral, que foi senador tucano, parece estar recaindo as práticas lesivas ao patrimônio público e bondosas a iniciativa privada.
Serviços públicos concedidos pioraram, consórcios ganharam reajustes muito acima da inflação e o povo paga a conta, perfeito receituário neoliberal.
Nada justifica um aumento de 60% no preço das passagens, se a administração do serviço é deficitário, como alegam os responsáveis pelo transporte de passageiros de barcas, que devolvam a concessão e o Estado apure as responsabilidades e aplique as sanções que couberem, além de providenciarem um serviço da melhor maneira possível e com preços acessíveis para a sociedade.
Não há meio termo.
Nem tem que haver enrolação.

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 01/03/2012 por em Uncategorized.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: