Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

FHC assanhado: ele tá de olho é na popularidade dela

Como cantou certa vez Genival Lacerda: “Ele tá de olho é na “butique” dela”

Segundo a coluna “Poder on line” do portal Ig, FHC teria feito a seguinte proposta a Dilma:

“Você deixa o Lula de lado, o PSDB lança o Serra ao ostracismo e poderemos ser felizes para sempre. Que tal?”

Tanto assanhamento tem um porquê, ou vários.

Dilma Rousseff encerrou seu primeiro ano de mandato com uma popularidade em alta, superando todos os ex-presidentes pós ditadura militar ao fechar os doze primeiros meses de administração.

FHC lança ao mar seu grande assessor político em seu governo e candidato duas vezes a presidência pelo seu partido, pelo qual é presidente de honra: José Serra.

Amigo assim, quem merece?
Talvez o alto tucanato se mereça.

Mas o difícil desta combinação é fazer Dilma ignorar Lula, seu carisma e empatia com o povo brasileiro.

Os tucanos parecem ter virado as costas para Serra, isso já faz algum tempo. O livro de Amaury Ribeiro Jr., “Privataria Tucana”,  apenas tornou a oportunidade mais afeita para aqueles que, no mesmo barco, não são adeptos de qualquer solidariedade.

Pulam do barco em desespero, “faz água” de todo lado.

Ou seja, o que propôs FHC só teria custos, e altíssimos, para Dilma, porque seria ela quem teria que fazer o imponderável: “largar Lula” para juntar-se àqueles que o povo reservou três derrotas consecutivas, por total desprezo ao legado que deixaram ao país.

Dilma, apesar do juízo maroto destas raposas matreiras, de nada tem de ingênua, sabe o que FHC e toda a sua trupe pretendem.
Como cantou Genival Lacerda, popular cantor nordestino, em seu clássico “Severina Xique-xique”: “Ele (FHC) tá de olho é na butique dela”.
A butique, meus caros, são toda a sua exuberante popularidade e seu reconhecimento internacional. Nessas horas os desprezados precisam colar-se em quem possa abrir-lhes portas fechadas na cara, que lhes garantam um lugar no seio do povo, sem a preocupação pelo enxotamento resultante de suas antipatias ao popular brasileiro.

Dilma não é tola, nem tampouco desleal e ingrata, para quem enfrentou a tortura e não entregou seus companheiros de resistência durante os mais encarniçados tempos de repressão do Brasil, não seria em uma proposta tão insólita que ela mancharia sua biografia.

Dilma é Lula, para tristeza de FHC, tucanos e imprensa conservadora.

Que estão de olho na popularidade dela…

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 26/01/2012 por em dilma rousseff.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: