Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

"Privataria Tucana", o silêncio revelador da grande mídia e da oposição

Bob Fernandes sintetiza bem esse silêncio nada inocente da grande mídia brasileira: “profundamente revelador”





Dois fragmentos que demonstram como o silêncio da grande imprensa e da oposição são ensaiados e cúmplices.  Será curto o lençol para cobrir pés e a cabeça ao mesmo tempo?

1.Coluna de Cláudio Humberto, Jb on line:
Recordar é viver
O FHC disse ontem que “provavelmente” houve corrupção em seu governo. Desmemoriado, ele já não deve lembrar dos escândalos Sivam, Proer, privataria, compra da reeleição, grampos no BNDES, Marka/FonteCindam, rombo na Sudam, desvios na Sudene etc etc.

2. Informe JB
…”Geração Editorial”, responsável pelo lançamento da obra. Procurados pelo Informe JB, eles esclareceram que várias cópias do livro foram enviadas para as redações dos grandes veículos de comunicação. “Mandamos para o Globo, para Folha, o Estadão, todos eles. Mas realmente não obtivemos retorno da maior parte dos grandes jornais e emissoras. A Record, por exemplo, nos procurou hoje”.

No primeiro fragmento, FHC zomba da memória recente das pessoas e, ungido pelas recentes editorias benevolentes da grande mídia, tenta fazer crer que seu governo foi um primor na defesa de valores éticos, morais e práticas administrativas.

Trabalha em conjunto com a imprensa para apostar no esquecimento daquilo que não é lembrado, propositalmente, para reescrever a história de seu governo, danoso ao interesse público, em vestimentas mais nobres.

O silêncio é um discurso ruidoso, que abala alicerces e pode constranger seus defensores pelo o que está sendo dito no ato de silenciar.

A imobilidade das redações da grande imprensa diante de um fato politicamente explosivo, desnudado pelos documentos que o livro “Privataria Tucana” de Amaury Ribeiro apresenta como provas, revela seu discurso comprometido com aquilo que foi denunciado.

Alinham-se aos seus afetos na política para defendê-los dos adversários comuns, mesmo que para isso precisem calar-se, constrangedoramente, e expor, de maneira explícita, o partidarismo exacerbado que praticam há muito tempo.

Se se calam é por que não temem tanto a reprimenda da audiência, quanto temem os estragos que podem causar um artefato tão potente como este livro.
Parecem apostar no menor dos prejuízos: a desinformação intencional.

A revista Veja até esqueceu-se que em 2002 publicou denúncias sobre Ricardo Sérgio de Oliveira e os escândalos das privatizações. Um caso muito peculiar de amnésia jornalística oportuna…

O silêncio é orquestrado, por grande mídia e oposição, arbitrária e dolosamente, resultado da conjunção de interesses casados em uma “sociedade de hipocrisia editorial”.
Como é apresentado no segundo fragmento extraído do JB on line, as redações dos grandes veículos de comunicação do país receberam exemplares do livro em tempo (para lá de) hábil para se debruçarem sobre o assunto e destacarem seus recursos, humanos, tecnológicos e financeiros, para cobrir potencial matéria.

Pelo contrário, concorrem para ver quem mais afirma um discurso omisso, operacionalizado pelo silêncio mais comprometedor.
Mas, pelo o que parece, isto pode não ser suficiente para abafar todas as denúncias apresentadas por Amaury Ribeiro Jr.
O livro já esgotou sua primeira edição e uma segunda já está sendo providenciada para abastecer o mercado literário, para continuar, ao lado das redes sociais e da blogosfera, furando a censura imposta pela grande imprensa brasileira, que se cala diante de tamanho escândalo, tão somente porque atinge seus “amigos” e poderia expor terríveis negociatas em que se omitiram ou foram fiadores.

p.s.Três das últimas quatro postagens deste blog já estão entre os mais acessados do ano, o que já está ocorrendo na internet. PNBL já!

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 13/12/2011 por em politica.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: