Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Belo Monte: globais e suas superfícies áridas de sentido

Rafinha Bastos faz ótimo humor com uma piada já pronta: Gota d’água é a total falta de sentido real

E não é que me deparo com um vídeo nas redes sociais de artistas de televisão, c-o-i-n-c-i-d-e-n-t-e-m-e-n-t-e, da Globo protestando (?) contra a hidrelétrica de Belo Monte.

O vídeo tenta ser engraçadinho e colar na cabeça dos descolados da internet, com direito a um meio strip tease de Maitê Proença, “o mal” que Belo Monte fará ao povo brasileiro… A dona Beija escorregou feio, mas não pela duvidosa ameaça de retirar o sutiã e apresentar, de frente, talvez seus maiores argumentos…

Ela e tantos outros poucos informados e marionetes de seus patrões platinados, não contribuíram em nada para a discussão de um tema que está na pauta do dia há alguns anos, com a discussão da comunidade científica, dos povos locais, no orçamento da União, no Congresso Nacional, enfim, o tema não é novo, como sugerem os neo-manifestantes sociais da TV.

O assunto vem sendo debatido há alguns anos, onde eles estavam?

Fazendo peças publicitárias que exploram o corpo da mulher em comerciais de bebida alcoólica?

Cuidando de suas carreiras e de suas hortas orgânicas a preços que somente os mais ricos podem pagar?

Curtindo os holofotes da mídia do entretenimento e envolvendo-se em polêmicas que alavancam carreiras soterradas pelo esquecimento?

Me desculpem os astros globais, mas qualquer um pode perceber o oportunismo e a motivação política de seus idealizadores, afinal os artistas da peça que circula pela internet apenas atuaram no filme, diga-se de passagem, plágio de uma campanha de artistas da indústria americana de cinema…

Pobreza de informação, de preocupação social e de conteúdo, de fato, inovador.

O filme é um apanhado de esquetes “bonitinhas” e vazias de conteúdo relevante, não leva a sério tema tão importante e tenta se promover apenas na fama dos que atuam nele, confiando na máxima de que “atores são pessoas sensíveis e bem informadas”, pode até ser verdade e existem muitos exemplos que sejam, mas não parece ser o caso, desafio alguém identificar o envolvimento de qualquer dos artistas do manifesto virtual que seja um ponta-de-lança de qualquer movimento social de destaque, qual deles???

Pela falta de compromisso destes artistas com a sociedade brasileira, mereceram uma paródia, bem humorada, de Rafinha Bastos, em que o humorista polêmico deixa bem claro o quanto estas pessoas se preocupam com o povo e o quanto se importam com ações que ajudem o país a ser uma nação cada vez melhor.

Sugestões de campanhas

Por que a Juliana Paes, envolvida em uma polêmica campanha de uma cervejaria por, supostamente, descumprir uma norma de propaganda por não ter a idade mínima regulamentada para protagonizar publicidade em favor do consumo de bebidas alcoólicas, não se lança e toda a sua indignação contra o consumo desenfreado de tais bebidas por jovens, que causam imenso prejuízo ao sistema de saúde do país?

Ou contra a exploração do corpo da mulher na publicidade brasileira, reduzindo-a a belos glúteos, seios siliconados e outros artifícios matreiros?

Por que Marcos Palmeira, ator envolvido com a agricultura orgânica, que possui propriedade rural produtora de alimentos que se destinam as prateleiras dos supermercados e restaurantes mais caros, não lidera um movimento contra a exploração do homem do campo? A favor da reforma agrária? Ou pela popularização e democratização da alimentação orgânica nas escolas públicas do país??? Seus patrões não iriam gostar…

E Maitê Proença?  Qual seria o tema relevante que poderia alertar a sociedade brasileira quanto a sua relevância:  Exploração de menores? Trabalho escravo? Exploração sexual de adolescentes? Salários mais justos para professores, educação de qualidade para os mais pobres, saúde pública de excelência para todos, arte ao alcance dos moradores da periferia, geração e retenção de talentos nas artes, ciências e esportes…Os demais, sinto muito, como Rafinha Bastos muito bem colocou estão ali porque “são celebridades superconectadas com assuntos de (Globo)ecologia…e sempre cagaram pelos interesses dos índios”.

Rafinha Bastos que se portou muito mal em algumas piadas recentes, desta vez soube captar o sentido (ou a falta de) dos “artistas antenados” com os assuntos da mais alta relevância para o conjunto da sociedade brasileira: superficialidade sem conexão alguma com movimentos sociais organizados, utilizando-se do senso comum, desprovidos de informação verdadeira, para falar sobre aquilo que desconhecem e nunca se interessaram em suas douradas vidas de famosos.

O patrimônio brasileiro foi entregue ao capital internacional e nenhum dos artistas do filme, os que tem mais idade pelo menos, levantou a voz contra isso, nem saíram as ruas para protestar contra estes absurdos? Ah, claro, isso não era importante, com certeza não seria suficiente para levar seus vizinhos do Leblon, Lagoa e Ipanema naquelas passeatas de domingo, com sol, no calçadão de Ipanema, lugar “de gente do povo” e depois parar num restaurante da moda e tomar umas geladas e falar sobre suas supérfluas preocupações do dia-a-dia…

Anúncios

2 comentários em “Belo Monte: globais e suas superfícies áridas de sentido

  1. megavideosfilmes
    27/11/2011

    ola amigo vim conhecer seu blog se poder conheça o meu tbm se gosta me siga por favor abçs clica para entra no site e seguir

    Curtir

  2. Monocóvica
    27/11/2011

    Cláudiooooo, adorei o texto. Hipócritas manipulados e manipuladores, com seus cachês financiados pelas ONG'S americanas, tão preocupadas com nossa Amazônia…Abraço, Manoela!

    Curtir

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado às 27/11/2011 por em América Latina, politica e marcado , , , , .

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.450 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: