Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Suplicy celebra discurso de Jobs em Stanford em homenagem póstuma

Ícone consagrado para lembrar Steve jobs

Em homenagem a Steve Jobs, Suplicy lê discurso célebre do fundador da Apple 

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) apresentou em Plenário nesta quinta-feira (6) requerimento para voto de pesar pelo falecimento, no dia anterior, do americano Steve Jobs (1955-2011), a quem classificou como “visionário criativo”. Suplicy também enviou condolências à família do fundador da Apple e aos diretores e funcionários da companhia.

Eduardo Suplicy recomendou ainda que todos assistam ao discurso do empresário da informática feito em 2005, em uma formatura na Universidade de Stanford. O senador leu a transcrição do texto em que Steve Jobs se vale de três histórias para dar aos formandos uma lição de vida.

A primeira história é sobre como “ligar os pontos” da vida. Steve Jobs explica que não é possível conectar os fatos olhando-os de frente, mas apenas depois que ocorrem, olhando para trás. Assim, é preciso fazer as coisas com garra, com fé, acreditando que elas irão se conectar no futuro.

A segunda história é sobre amor e perda. Steve Jobs conta como ficou arrasado ao ser demitido da Apple, empresa que fundou com um amigo e da qual acabou afastado. Neste período, ele redescobriu o amor pelo trabalho, criou a empresa de animação Pixar (que fez Toy Story, primeiro filme animado por computador) e a NeXT, e ainda conheceu sua esposa, Laurene.

A terceira e última história é sobre a morte. O empresário, que tivera seu câncer de pâncreas recém-diagnosticado, aconselha os estudantes a viverem cada dia como se fosse o último. E profere a frase que se tornou a mais famosa do discurso: “o seu tempo é limitado, então não o gaste vivendo a vida de um outro alguém”.

– Steve Jobs deixa um exemplo de vida, era um homem de visão, responsável pela existência de um número significativo de aparelhos eletrônicos que hoje caracterizam nosso cotidiano e facilitam enormemente as nossas vidas. Sua morte consternou a todos – lamentou o senador.

Correio do Brasil
Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 06/10/2011 por em Uncategorized.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: