Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Bin Laden morto e a "cesta de três pontos" de Chris Douglas-Roberts: "quem está vencendo?"

Bin Laden morto: O (grande) trunfo eleitoral de Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao anunciar a morte de Bin Laden, resultado de um comando militar americano, planejado e executado sob seu conhecimento, adquiriu um importante trunfo para as eleições americanas de 2012.
Obama ainda não tinha em seu “portifólio administrativo” algo como um “ataque a Saddam Hussein” que culminou em sua morte e na ocupação do Iraque ou uma política permanente de combate ao terror pós 11 de setembro, que operacionalizada pela tríade, Collin Powel, Donald Rumsfeld e Condoleeza Rice, permitiu aos Republicanos do governo Bush “atacar primeiro e perguntar depois” e vencer os democratas.
Bush soube capitalizar eleitoralmente o discurso do medo internamente durante quase uma década.
Mesmo com todo o desarranjo da economia dos EUA, que culminou na crise econômica mundial de 2008/2009, além do aumento exorbitante dos gastos militares e da piora da imagem do país no mundo inteiro, Bush venceu em 2004 por conta do seu “trunfo” político, de sua caça aos vilões do 11 de setembro.

A economia americana ainda encontra-se desarrumada e Obama parecia fadado a derrota em 2012.  Agora com a morte de Bin Laden se credencia para vencer o pleito, como grande favorito.  Possivelmente pesquisas de opinião mostrem uma melhora sensível na popularidade de seu governo.

Mas o fato principal, no meio de toda a histeria do “dia da vitória” americano contra a vilania do terror, é que nem todos pensam que agora tudo mudou, que a paz reinará no mundo livre e a cúpula da Casa Branca poderá se ocupar de resolver os graves problemas econômicos dos EUA e também do planeta.
É só mais uma (grande) marca obtida por Obama: as eleições são daqui a pouco mais de um ano, é preciso consolidar uma imagem de vencedor, obstinado e bom moço para com os seus conterrâneos.

A “cesta de três pontos”de Chris Douglas-Roberts: quem está vencendo?
O ala do time de basquete da NBA Milwaukee Bucks, Chris Douglas-Roberts, um atleta de um esporte muito popular nos EUA quebrou a corrente do pensamento ufanista-triunfal ao desafiar, corajosamente, a celebração do povo americano pela morte de Bin Laden: “Isto é uma celebração?”.  “Seria isto o início de uma grande guerra religiosa? Espero que não”, continuou.

Após receber muitas críticas e ser atacado por muitos seguidores, desabafou:
“Eu sou o idiota? Você é cristão. Deus ficaria feliz com você comemorando a morte?”, questionou, ao ser insultado.

“Foram necessárias 919.967 mortes para matar este cara. Foram necessários dez anos e duas guerras para matar este cara. Nos custou aproximadamente US$ 1,9 trilhões para matar este cara. Mas estamos vencendo (sarcasmo)”.

As palavras do ala do Milwaukee Bucks, uma equipe mediana da NBA, podem não ser as mais ouvidas em um dia como de hoje, mas são muito esclarecidas e vindas de um cidadão americano, reconhecido nacionalmente, provocam, no mínimo, a sensação de que todo o modelo americano de dominação cultural, econômica e militar podem estar a caminho do esgotamento, da falência, em seu próprio território.
A política de crescimento baseada na economia da guerra, nos estratosféricos gastos bélicos que impulsionaram os EUA nas últimas décadas, desde Reagan, principalmente, parecem sofrer suas mais sensíveis fissuras.
 As frases do jogador de basquete americano refletem, e muito, o pensamento, em grande escala, da opinião pública mundial.

Anúncios

2 comentários em “Bin Laden morto e a "cesta de três pontos" de Chris Douglas-Roberts: "quem está vencendo?"

  1. ALLmirante
    03/05/2011

    Pra mim Bin Laden sequer nasceu. É produção de Hollywood. E esse anuncio foi para livrar a cara do verdadeiro mandante, porque Obama necessita do apoio republicano no Congresso.

    Curtir

  2. Emerson
    02/05/2011

    Obrigado por divulgar.

    Osama bin laden já morreu por volta de 2001-2002. Um dia antes dos atentados ele estava em um hospital no paquistão, sob escolta do serviço secreto paquistanês, que é cúmplice dos EUA. Ele precisava de diálise diariamente e estava com a saúde bem debilitada, como que ele iria sobreviver em cavernas por todos estes anos?
    E mais, por que os EUA iriam jogar o corpo dele no mar 12 horas depois de sua morte (violando as leis islâmicas)? Porque não usariam o corpo dele como troféu?

    Veja um vídeo da CBS sobre o que falei acima e como mais de 9 chefes de estado e autoridades de alta patente afirmando que Bin Laden já havia morrido:

    http://www.anovaordemmundial.com/2011/05/osama-bin-laden-e-pronunciado-morto.html

    Curtir

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 02/05/2011 por em Uncategorized.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: