Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Eleições no Peru – Após pesquisa desfavorável, Keiko nega suspeitas que libertaria seu pai da prisão, se eleita

Laços de família e políticos

Após a divulgação de uma pesquisa nacional que apresentou ligeira vantagem para o candidato nacionalista, Ollanta Humalla, 42% x 36%, Keiko Fujimori, herdeira política do fujimorismo, afirmou hoje que, se eleita, não libertará seu pai da prisão, onde está condenado a 25 anos de reclusão por crimes de corrupção e violação de direitos humanos, cometidos durante seu governo.
A declaração da candidata apenas foi feita após esta mesma pesquisa revelar que cerca de 70% dos entrevistados acreditarem que uma vitória de Keiko significaria, imediatamente, a libertação de seu pai, considerado pela imensa maioria da população peruana um ditador.

“Sou consciente de que represento o fujimorismo e como tal tenho que reconhecer e pedir perdão à população por estes erros e comprometo-me de que nunca mais estes erros e delitos voltarão a ser cometidos”.

Será possível crer em tal declaração emitida após claro sinal de reprovação dado pelo eleitorado peruano?
Durante toda a campanha este tema foi evitado pela candidata, que se esquivou de dar qualquer declaração a respeito das suspeitas de que libertaria seu pai do cárcere.  Esta declaração de hoje pode ser interpretada como uma tentativa de eliminar qualquer dúvida sobre o respeito a Constituição de seu país e a manutenção da pena imposta pelas altas cortes peruanas, em um eventual governo de Keiko.  É uma tentativa de evitar que tal suspeita inviabilize sua candidatura no segundo turno. 

O percentual de indecisos ainda é considerado alto para o segundo turno e expor certos posicionamentos, tais como este, podem representar alguns pontos percentuais entre aqueles que ainda não definiram candidato.  Keiko parece mirar para esta possibilidade.

A interferência oportuna de Piñera
Esta eleição é muito significativa para a unidade progressista sulamericana, sob a liderança dos governos do Brasil, Argentina, Equador, Bolívia, Uruguai, Paraguai e Venezuela.  Após a derrota da coalizão de centro esquerda no Chile, há 20 anos no poder, o Consertación, com a vitória de Piñera, de direita, a eleição peruana ganha contornos decisivos para a garantia de maioria de governos populares na região e a a consolidação de instrumentos diplomáticos, políticos e econômicos em comum.

Não a toa, Piñera, andou dando alguns “pitacos” sobre o pleito peruano. Chegou a afirmar, categoricamente, que uma vitória de Ollanta poderia significar um abalo nas relações dos dois países e causar sérios conflitos de interesses, causando graves prejuízos para a economia peruana.  O que sua frase não disse e o que pretendia dizer, de fato, é que o governo de Piñera e outros interesses econômicos, a reboque, exercem implícita pressão por uma vitória de Keiko internamente no Peru, difundidos a exaustão pela propaganda Fujimorista e pela imprensa conservadora local.

A economia peruana está repleta de investidores chilenos, interessados em manter enorme fatia de um mercado promissor e sem qualquer “incômodo”que um governo nacionalista possa criar.  Tal como Fujimori, no passado, um governo de Keiko poderia abrir ainda mais espaço para o empresariado chileno no Peru, em condições confortáveis de crescimento.

Estive lá durante oito dias no país, acompanhei o que passava nos jornais impressos e nas TV’s: o jogo é muito pesado!

Com informações do Sul 21.

Leia também:

Direto de Lima: A batalha de Ollanta Humalla contra “La Prensa” Peruana

Eleições peruanas: como Lula em 2002, Humalla tem que “acalmar” os ânimos do mercado e derrotar a imprensa local





Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 25/04/2011 por em economia.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: