Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Telebrás entrou no "jogo" da internet banda larga: é a concretização do PNBL

Governo credencia Telebrás para viabilizar PNBL e democratizar acesso a internet rápida

Segundo a edição impressa do Jornal Brasil Econômico de 23 de fevereiro, pág. 20, a Telebrás já começou a negociar o uso das fibras óticas das estatais do setor elétrico e da Petrobrás, para juntas tornarem real o PNBL, programa do governo federal para levar internet rápida a grande maioria dos brasileiros.

Segundo o presidente da Telebrás, Rogério Santana, “assim que for assinado o acordo da infraestrutura de fibra ótica com essas empresas não haverá mais impecilhos para que comecem as instaçlações de campo”.
A previsão é de atingir cerca de 1.060 municípios ainda em abril de 2011 e alcançar a meta de 4.283 municípios em 2014.

Telebrás obtém aval à venda de banda larga

“Esta é a autorização que faltava para a Telebrás legalmente começar a operar e cumprir as metas estabelecidas pelo Programa Nacional de Banda Larga (PNBL). Assim que for assinado o acordo de uso da infraestrutura de fibras ópticas do Sistema Eletrobrás e da Petrobrás não haverá mais empecilhos para que comecem as instalações de campo”, afirmou o presidente da estatal, Rogério Santanna.

São paulo – A Telebrás já tem autorização para dar início à comercialização de banda larga. A autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para exploração do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) foi publicada na última sexta-feira (18) no Diário Oficial da União.

A medida é uma novidade e concede à estatal o direito de explorar os serviços no território nacional e internacional, sem caráter de exclusividade. O prazo de validade é indeterminado.

“Esta é a autorização que faltava para a Telebrás legalmente começar a operar e cumprir as metas estabelecidas pelo Programa Nacional de Banda Larga (PNBL). Assim que for assinado o acordo de uso da infraestrutura de fibras ópticas do Sistema Eletrobrás e da Petrobrás não haverá mais empecilhos para que comecem as instalações de campo”, afirmou o presidente da estatal, Rogério Santanna.

Esta semana devem ser finalizadas também as negociações com o setor elétrico e com a Petrobras para a obtenção da cessão de uso das fibras ópticas. Cinco contratos já foram firmados pela Telebrás para o fornecimento de serviços e equipamentos para a implantação da rede nacional cujo início das instalações depende do acordo para uso das fibras.

O processo de licenciamento das estações da rede nacional começará assim que a Anatel aprovar seu projeto de instalação.

A Telebrás pretende iniciar a conexão das primeiras cidades contempladas pelo PNBL em abril, e chegar a outras 1.063 cidades até o final deste ano.

DCI

Leia mais:

Dilma prioriza PNBL como ferramenta do conhecimento em pronunciamento: audiência da internet vai bombar em 2011, publicidade ultrapassará 1,5 bilhão de reais

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 26/02/2011 por em Uncategorized.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.450 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: