Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

brazilírica um país de ficção

e se Sarney resolvesse soltar os marimbondos de fogo e novamente querer ser o presidente do senado e se a mocidade independente de padre olivácio invadisse o congresso e se pastor de andrade não fosse o açougueiro das almas se joão miramar não fosse a europa e olhasse o Brasil com os olhos livres e se clarice não fosse esfinge e beatriz não fosse dante e ana não fosse de hollanda geraldo não fosse vandré e disparada não empatasse com a banda

ana luisa
musa que não é de hollanda
lia florbela espanca
numa travessa de junho
seus olhos voltados pras letras
os meus para os olhos dela
gata siamesa florbela
federika a amante turca
quis matá-la na urca
naquela tarde de maio
que ainda me arde
como um raio raio raio

Jura secreta 13

o tecido do amor já esgarçamos
em quantos outubros nos gozamos
agora que palavro itaocaras
e persigo outras ilhas
na carne crua do teu corpo
amanheço alfabeto grafitemas
quantas marés endoidecemos
e aramaico permaneço doido e lírico
em tudo mais que me negasse
flor de lótus flor de cactos flor de lírios
ou mesmo sexo sendo flor ou faca fosse
hilda hilst quando então se me amasse
ardendo em nós salgado mar
e olga risse
olhando em nós
flechas de fogo se existisse
por onde quer que eu te cantasse
ou amavisse

era 2006 e no lance de dados deu 6 xangô mais uma vez estávamos em ajuricaba eu e may ensaiando para o centenário de mário quintana ana me enviou uma carta com um poema de florbela fanatismo puro a ex-amante turca quis trucidá-la ali mesmo naquela página branca mas wally ali não estava somente salomão no presídio federal conseguia deter macabea e seus insanos instintos mesmos em vinho tinto aquela louca de espanha gritando por nova granada depois que jiddu saldanha não a deixou entrar em cena na programação do quarta capa ela queria recitar meus 8 anos de casemiro de abreu coisa que nem fróes explica num outrto varela que ele havia lançado às margens do ribeirão

fosse apenas uma menina
mesmo assim flor dessa rima
eu tem mais profundo íntimo
muito pra lá inde bela
fundo em tua boca chora
lágrimas de sal em brasa
a escorrer entre os dentes
que o cio expõem afora
quando entre teus seios entre
falo em teu corpo agora

may lia mário quintana comos e as palavras estiverssem entranhadas em tua carne trêmula marvada a hora em que pus meus olhos na íris dos olhos dela
luisa me deu um beijo na boca depois que leu o poema e um falo de luz rasgou noites de bento enquanto no congresso não se discutia a revogação dos salários dos deputados senadores e presidente no canto do palco macabea movitaa entre dentes a tua dor de cotovelo e desafiava aldo rabello a devastar tua mata virgem rente a pele entre os pêlos ricardo pereira lima ainda catava os vestígios da mocidade independente em sua passagem por jardiNÓpolis e já era século 21 e no lance de dados deu um quando ogum não permitiu que iansã doasse o coração para xangô
era 85 e no lance de dados deu cinco agora sim falo pra ana da cultura de hollanda a dona do ministério e me pergunto que mistérios que mistérios tem clarice pra que de esfinge se vestisse e fosse ao mar como florbela despetalar seu grande amor havia passados seis meses que o cantor Biafra havia lançado pela gravadora Ariola o LP sonho de ícaro e uma de suas faixas o sonho deve ser assim uma versão que fiz para um blues do Billy Joe segunda faixa do disco mais tocada pelas FMs cariocas da ECAD recebi 2 mil quando a AMAR me garantiu que eu tinha direito a mais 500 e desde que a caravela esta terra descobriu que eu bem sei que este brasil desde o seu descobrimento quem te deve paga mil mas fica devendo outros quinhentos

federico baudelaire – viagens insanas
http://federicobaudelaire.blogpsot.com

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 31/01/2011 por em Uncategorized.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: