Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Coerência: para Azeredo todo apoio a diplomacia(?) americana e morte aos "hackers" do Wikileaks

De uma coisa ninguém pode criticar o senador Eduardo Azeredo, do PSDB mineiro: da lhe faltar coerência, já que se destaca atualmente como defensor da censura na internet e de caça aos blogueiros independentes, através de um PL em que atua como relator, apelidado de AI-5 digital que tramita no Congresso.
Pois bem, conforme matéria publicado na Rede Brasil Atual, logo abaixo, o nobre senador tucano posicionou-se ao lado do governo americano e do “establishment” da diplomacia(?) americana mundo afora e contra Assange, Wikileaks, Lula, a internet livre e você leitor…Coerente.
Afinal Eduardo Azeredo crê que quem usa a rede mundial de computadores para difundir fatos relevantes  ou que se posicione contrariamente as idéias que defende e pratica seja hacker…Todo apoio aos “hackers”!

Azeredo ‘bate-boca’ no Twitter, depois de criticar apoio de Lula a Assenge

Jessica Santos de Souza e Letícia Cruz, da Rede Brasil Atual

São Paulo – O senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) discutiu com internautas no Twitter nesta sexta-feira (10). Ele criticou a postura do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que na quinta-feira (9) defendeu o criador do Wikileaks, Julian Assange.
“Só faltava essa! Pres. Lula defende hacker!” disse em seu perfil. Alguns usuários defenderam o presidente e acusaram o senador de não entender nada de internet e ser contra a liberdade de expressão.

A usuária Flávia Stefani (@mariagranola) questionou o conhecimento do senador quanto ao discurso do presidente. “Senador não sabe ouvir um pronunciamento. O vídeo que assisti não mostra Lula fazendo ode à invasão de dados”.
O presidente elogiou Assange e o WikiLeaks por divulgar e desnudar a diplomacia. Para Lula, o culpado é quem escreveu os documentos e não quem divulgou.
Azeredo defende restrições e regulamentação da internet. O parlamentar foi relator do substitutivo dos projetos de lei número 84/1999 da Câmara Federal e do Senado 89/2003, conhecido por AI-5 Digital pelos críticos, por conter aspectos considerados autoritários e de vigilantismo.

Rede Brasil Atual

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 15/12/2010 por em Uncategorized.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: