Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

O caso Abílio Diniz: O factóide que mudou o rumo do país em 1989

Oposição e mídia conservadora: são capazes de tudo, menos de inovar nos golpes sujos


O factóide que ajudou a mudar o rumo da história do país em 1989

 Apesar de qualquer incredulidade que um leitor possa ter ao ler a narrativa dos acontecimentos forjados para impedir a vitória de Lula e entregar a presidência da República à Collor em 1989, como no texto abaixo, tudo isso se deu da maneira mais sórdida, como um golpe muito bem tramado e executado, em consórcio entre setores políticos e da imprensa, ambos conservadores, capitaneados pela Rede Globo, à época sinônimo de televisão no Brasil, tamanha era sua supremacia e audiência espetaculares.  Não existia internet, nem qualquer emissora que rivalisasse na disputa pelo público.

Leia mais aqui.

Os mesmos personagens que lograram êxito no golpe eleitoral de 1989 estão aí, às vésperas do 2º turno,  movimentando-se para fabricar um novo factóide, tão contundente que possa ser capaz de interferir na vontade popular.  Hoje existe a internet, existem os blogs, existem os blogs progressistas.
O caminho é mais difícil para os conservadores desfecharem seus golpes com total êxito, mas não se pode, nem tampouco se deve, menosprezar a capacidade que possuem de tentarem, apesar da incrível incapacidade de criarem o novo e se repetirem, exaustivamente, até nos golpes sujos.
O ótimo texto de Sônia Montenegro relembra e refresca a memória de uma página negra da recente democracia brasileira e apresenta as similaridades da sujeira praticada na campanha de 2010.  Que sirva de antídoto contra a desinformação e o esquecimento de fatos tão nefastos protagonizados pelos mesmos personagens que hoje disputam as eleições ao lado de Serra e do PSDB.

O caso Abílio Diniz em 1989″

Sonia Montenegro 26/10/2010

Contexto: O candidato escolhido pela “grande” imprensa nacional era Fernando Collor de Mello, e no começo da campanha do 2º turno, ele tinha uma maioria confortável sobre Lula. Porém essa diferença foi caindo e ameaçando e eleição do Collor. Foi quando o golpe foi arquitetado: Durante a campanha, surgiram boatos de que Lula, caso ganhasse a eleição, iria confiscar casas e apartamentos para alojar seus companheiros.

Mario Amato, então presidente da Fiesp – Federação das Indústrias de SP disse que a vitória de Lula resultaria em um êxodo de centenas de milhares de brasileiros para o exterior.
Collor também disse que o Lula iria confiscar a poupança dos brasileiros, a 1ª coisa feita por ele ao assumir. Acusou o Lula de algo que ele, hoje se sabe, não fez, mas que ele Collor, fez.

Qualquer semelhança com os boatos da atual campanha, não são mera coincidência, como a questão do aborto, da privatização do pré-sal, etc…
Isso faz parte de uma estratégia de baixíssimo nível, de colocar medo na população, para conseguir fazê-la mudar o seu voto.
12/Dez/1989 – Programa eleitoral de Collor leva ao ar o depoimento de Miriam Cordeiro, uma antiga namorada e mãe de uma filha de Lula, dizendo que ele ofereceu dinheiro para que ela provocasse um aborto. Tempos depois ela se confessa arrependida e que recebeu 24 mil dólares para fazer o depoimento.

13/Dez/1989 – TV Globo mostra as imagens do depoimento de Miriam Cordeiro no Jornal Nacional, que antecede a novela no horário nobre da TV. A peça publicitária foi vista por um número de telespectadores maior do que o da audiência do horário eleitoral gratuito.

14/Dez/1989 – Seqüestradores do empresário Abílio Diniz (2 argentinos, 2 canadenses, 5 chilenos e 1 brasileiro) se rendem e o libertam. Luiz Antonio Fleury Filho, secretário de segurança de SP, anuncia que foram encontrados panfletos do PT, que pertenceriam aos seqüestradores de Abílio Diniz.

Posteriormente, foi constatada a fraude armada para mais uma vez favorecer o Collor na eleição e prejudicar o Lula. Os sequestradores e o próprio Abílio Diniz declararam que antes da entrada da imprensa, a cena do crime foi forjada com a inclusão de material de campanha do PT e os sequestradores obrigados a
vestir camisetas do partido, mas não havia mais o horário eleitoral para desmontar a farsa e muitos foram enganados por ela.
No mesmo dia foi realizado o 2ª debate, transmitido por um pool formado pelas 4 principais emissoras de televisão do país: Globo, Bandeirantes, Manchete e SBT, entre os candidatos à presidência da República: Collor e Lula.
Curiosamente, a Globo não divulga o resultado de uma pesquisa do IBOPE, registrada e anunciada, o que levou uma multidão de artistas e apoiadores do Lula para a porta da emissora, para exigir a divulgação da pesquisa.

15/Dez/1989 – Edição do Jornal Nacional da Rede Globo sobre o último debate entre os candidatos a Presidente do Brasil, Collor e Lula, é modificado por 3 vezes e vai finalmente ao ar cumprindo a missão de ajudar Collor, denunciando a total parcialidade da Rede Globo.
Nela, Collor tem a mais do que Lula, 1 min e 12 segs de exposição, e são pinçados a dedo os melhores momentos de Collor no debate, contra os piores do Lula, editados com o claro intuito de favorecer Collor.

O jornalista Antonio Mello, afirmaria quase 20 anos depois, quando A Globo disponibilizou a íntegra do debate, que os jornalistas escolhidos para fazer perguntas aos candidatos Lula e Collor fizeram visivelmente perguntas para prejudicar Lula. Já as perguntas para Collor eram para levantar a bola para que ele chutasse. Eram eles Boris “Isso é uma Vergonha” Casoy, e Luiz Fernando Emediato.

17/Dez/1989 – Acontece o 2º turno da eleição, com a vitória do Collor. O estrago estava feito, e ele foi eleito, para depois de 2 anos ser defenestrado da presidência.

Deste episódio, fica a lição de que indiscutivelmente a imprensa brasileira se julga no direito de distorcer os fatos para ajudar os seus candidatos, como também, que não tem um histórico de boas escolhas para o Brasil e para o povo brasileiro.

Anúncios

Um comentário em “O caso Abílio Diniz: O factóide que mudou o rumo do país em 1989

  1. Habena do Brasil
    27/10/2010

    CÓPIAS DO PROCESSO DO DEM CONTRA O PROUNI

    CUIDADO, PODE CAUSAR ENJOÔ
    ==
    http://tirando-a-limpo.blogspot.com/2010/10/prouni-beneficia-900-mil-estudantes-dem.html
    ==
    SERRA NEGA QUE O PROCESSO EXISTA – HAHAHA!
    ==
    http://tirando-a-limpo.blogspot.com/2010/10/serra-nega-que-dem-tenha-entrada-na.html
    ==
    GOVERNO DO PSDB EXIGE TESTE DE CÂNCER DE NOVOS PROFESSORES. JEITO SERRA DE ADMINISTRAR
    ==
    http://tirando-a-limpo.blogspot.com/2010/10/governo-do-psdb-exige-teste-de-cancer.html

    Curtir

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 26/10/2010 por em Uncategorized.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.452 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: