Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Debate da Record: Onde só o Serra perdeu e ninguém venceu

O debate da Record foi até o momento o que obteve maior audiência, o primeiro bloco conseguiu média de 11% em São paulo, cerca de 700 mil residências sintonizadas, dados prévios. No mais não apresentou nada de excepcional, a meu ver, por parte dos candidatos que pudesse representar uma reviravolta nos rumos da campanha.

Mas apresentou, seguramente, a primeira vez que o eleitor pôde ver Serra ser confrontado por perguntas incômodas, temas que até então não haviam sido explorados em nenhum lugar, nos debates da Band e da Rede TV, muito menos nas entrevistas da Globo, que foram:

A vergonha estratégica de Serra em esconder FHC de seu programa, o mesmo que afirmou à uma publicação estrangeira essa semana que Serra naufragará nessas eleições.  A jornalista que formulou tal pergunta chegou a questioná-lo o porquê de esconder FHC e mostrar Lula…Serra não soube como sair-se dessa colocação.

Segundo lugar, através de outra pergunta de jornalista, foi confrontado com as questão do mensalão do DEM, que a grande imprensa, seletivamente, esqueceu-se de sua existência recentíssima.  A jornalista levantou a questão até do interesse em 2009 de Serra em ter Arruda como vice em sua chapa.  O mensalão do DEM, o maior escandalo de corrupção desse país e muito atual não tem sido explorado devidamente, muito menos tem sido usado para questionar Serra.

Por último Plínio desmontou o discurso “clean” de Serra sobre educação e apontou o que as pessoas ainda não foram devidamente informadas sobre a política de educação do governo de São Paulo: “os professores falam muito mal de Serra…”, resultado da política do cassetete e da pancadaria contra os professores.

Estas, a meu juízo, foram as únicas questões diferenciais, para baixo, do debate dos presidenciáveis, no mais não parece ter havido um vencedor, mas com certeza um perdedor e no pior contexto: um debate com maior audiência, maior repercussão nos próximos dias e na reta final.

Dilma pode não ter conseguido virar alguns votos dos adversários ou dos indecisos, acredito ter mantido o seu considerável contingente, mas Serra pode ter perdido alguns votos para Marina ou para a indecisão. Afinal as jornalistas colaram enormes rótulos na testa de Serra: sua participação e vergonha estratégica de ter sido quadro importante no governo FHC e a sua proximidade com o personagem mor do escandalo do mensalão do DEM, Arruda, até o final de 2009.

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 26/09/2010 por em Uncategorized.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: