Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Como em 2006, o roteiro dos tucanos ( e da mídia) se repete: os "mocinhos" ouro-anil posando de vítimas

Factóide: vale a pena ver de novo?

O roteiro na reta final das eleições se repete mais uma vez, assim como ocorreu em 2006.
O candidato do PSDB posando de vítima em um fato nebuloso, de difícil interpretação e com uso eleitoral ostensivo pelas supostas vítimas, no horário eleitoral, tal como ocorreu em 2006, se repete agora em 2010.

Acusa-se o adversário de tramar contra sua candidatura, por usar de informações obtidas ilegalmente para vencê-los.  Mas o que se vê é justamente o contrário: um grupo político ostentando o suposto fato, com uso eleitoral explícito do vazamento dos dados fiscais de várias pessoas, para dizer ao eleitor que a campanha de Dilma está fazendo isso para derrotá-los, ilicitamente…Cola?

Mas só isso não basta, é preciso o auxílio devotado de alguns órgãos de comunicação, como a Globo, na TV, e os jornais O Globo, Folha de São Paulo e Estado de São Paulo, além das revistas semanais, Época e a Veja, adicionam-se alguns nomes do jornalismo conservador para tentar “legitimar o fato” e pautar a reta final da campanha.

É tudo igualzinho, o roteiro obedece uma cronologia idêntica, a maneira de atuar também.  Os personagens também são os mesmos.  Em 2006 conseguiram levar a eleição para o segundo turno, chegando ao cúmulo da edição do JN da véspera do primeiro turno ignorar a maior tragédia da aviação brasileira até então, a queda do avião da Gol, para não comover o eleitor com informações que poderiam desviar o foco do objetivo maior: derrotar Lula. 
Tiveram menos votos no segundo turno que no primeiro turno, fato inédito nas eleições!

Mas conseguiram alcançar alguns objetivos importantes, como elegerem uma bancada de senadores hostis ao governo Lula, causar transtornos e derrotas em matérias importantes no Congresso.  No fundo parecem objetivar o mesmo nesse momento.  As análises apontam para uma composição mais progressista e de esquerda para a Câmara e o Senado, o campo de batalha se descortina neste cenário: tornarem difícil a relação de um governo Dilma com uma bancada de deputados e senadores mais conservadora. 
Uma vitória de Dilma em primeiro turno pode influenciar decisivamente em várias disputas de governos estaduais no segundo turno, aprofundando ainda mais a crise de um grupo político, como o PSDB paulista de FHC e Serra. 
A batalha do factóide caminha por essa via, mas em um caminho muito mais espinhoso para a oposição do que aquele de 2006: mocinhos de azul e amarelo de um lado, vilões de vermelho do outro.  De um lado só gente republicana e honesta, do outro uma quadrilha que atenta contra as instituições brasileiras e contra os valores brasileiros…Uma costura de fatos muito primária, que torna qualquer novela mexicana um clássico da literatura mundial.

A fórmula é a mesma, uma falta impressionante de criatividade para roteirizar, ao menos, golpes diferentes. É compreensível, tá no DNA dos conservadores não ousar, não avançar, até mesmo nas tentativas antidemocráticas.
Tentar alcançar as pessoas com esse tipo de argumentação, em algum momento, pode trazer prejuízos irreversíveis, tanto para a oposição quanto para alguns órgãos de imprensa que embarcam na jornada ao desconhecido, no reles ofício de desinformar para mediocrizar.
O descrédito e o desprezo popular podem ser um peso insuportável de se carregar…

Anúncios

Um comentário em “Como em 2006, o roteiro dos tucanos ( e da mídia) se repete: os "mocinhos" ouro-anil posando de vítimas

  1. Emília Simone
    10/09/2010

    Certíssimo, Cláudio Ribeiro! A mesmice de sempre, a diferença dessa vez está no povo brasileiro que não mais aceita a mesmice.

    Curtir

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 09/09/2010 por em Uncategorized.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.451 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: