Palavras Diversas

Desde 2010 observando política, mídia e sociedade

Manipulação para nivelar por baixo ações distintas: a tentativa do portal Ig

Dois pesos duas medidas (desproporcionais)

O que a matéria abaixo, do portal Ig, tenta fazer é igualar coisas muito distintas, ou seja, para taxar os lados e suas ações de forma igual, sátira/provocações/humor e má fé/mentira/difamação, compulsoriamente são qualificadas indistintamente como baixarias e hostilidades, possuem o mesmo peso, a mesma medida, segundo quem assina o texto.

Quer dizer que disseminar mentiras, difamações e publicar informação inverídica com o intuito de atingir a imagem de Dilma Roussef tem o mesmo peso “nessa batalha”, que o humor, a ironia ou a provocação feita pelo site citado “contra Serra”?
É uma “força daquelas” do Ig para o Serra, no mínimo também creem que os leitores não terão capacidade de discernir tamanha desproporcionalidade na comparação dos fatos. Vai ver então a segmentação da audiência do portal chegou a tal ponto que escrevem apenas para aqueles que compartilham da mesma visão (versão), tão conservadores quanto os que chancelam a matéria e crentes que vale tudo mesmo para fazer valer o que falam. Desinformação generalizada para tentar nivelar, por baixo, o que se dá em altos e baixos, nitidamente.

Ainda lamentam o fato de haver nos dias de hoje facilidade de acesso a internet e a possibilidade de qualquer pessoa emitir sua opinião e repercuti-la na rede. Percebe-se aí o discurso da desqualificação da informação oferecida pelos blogs, além da clara percepção de que uma internet mais democrática, na divulgação e disseminação da informação, incomoda aqueles que se acostumaram a monopolizar a notícia para satisfazer os seus mais diversos interesses e são radicalmente contra a popularização da grande rede entre os brasileiros mais pobres, assim como se colocam contrariamente a políticas públicas de inclusão digital, como o PNBL (plano Nacional de Banda Larga). As coisas (factóides e discursos) se encaixam e nada é por acaso, mas sistemático…

O texto é de uma parcialidade incrível…

Guerra suja eleitoral acontece na internet

Facilidade de acesso e a sensação de anonimato permitem que centenas de pessoas publiquem elogios e acusações sobre candidatos

Nara Alves, iG São Paulo

A baixaria eleitoral ganhou definitivamente sua versão 2.0. As campanhas presidenciais e simpatizantes de Dilma Rousseff e José Serra travam uma verdadeira guerra suja digital. Com dois agravantes: a facilidade de acesso e a sensação de anonimato. Se no mundo analógico seria quase impossível um cidadão comum publicar uma coluna no jornal ou exibir sua opinião na televisão, na internet qualquer pessoa pode fazer isso a qualquer momento. E, ainda, sem se identificar. Em poucos minutos, uma informação – verdadeira ou falsa – navega de um blog a outro, invade redes sociais e caixas de email, atingindo potencialmente os 65 milhões de internautas, metade do eleitorado brasileiro.

Enquete do blog “Tia Carmela e o Zezinho”
Diferente das eleições anteriores, a área de internet não está subordinada à coordenação da campanha tucana nas demais mídias, como rádio e TV. Neste ano, há uma equipe independente, não subordinada ao marqueteiro Luiz Gonzalez, liderada pelo cientista político Eduardo Graeff, também tesoureiro da campanha. O PSDB estima que haja cerca de 150 blogs considerados pró-tucanos, ou seja, que existam para reforçar a convicção de quem já pretende votar em candidatos do partido. Outros 150 blogs seriam anti-petistas, segundo Graeff.

Um exemplo de blog anti-petista é o “Eu não quero Dilma Rousseff presidente do Brasil”, que nasceu a partir de uma comunidade na rede social Facebook. O criador da página se apresenta como Flavio Ortigao, um carioca formado em bioquímica e microbiologia técnica sem ligação partidária formal com o PSDB. Em um dos posts publicados no blog, Ortigao diz: “No Brasil, uma candidata representando um grupo político com uma visão totalitária ameaça as liberdades individuais, o direito de propriedade e a liberdade de expressão. Nós, os amantes da liberdade, rejeitamos isso”.

As hostilidades atingem tucanos no mesmo grau. O blog “Tia Carmela e o Zezinho”, registrado como “Bye-bye Serra”, usa a sátira para atacar José Serra. O blog faz a seguinte pergunta: Para onde Serra deve ir depois de perder a eleição novamente em 2010? Mais de mil pessoas já votaram na enquete. O autor da página não se identifica, mas na descrição explica que “o escárnio aqui realizado destina-se a fazer humor e não pretende prejudicar ninguém que não mereça”.

Graeff atribui os ataques online contra Serra a “soldados do PT, sindicatos e ONGs aparelhadas”. Segundo ele, essas páginas já disseminaram sete mentiras sobre o candidato tucano. “Dizem que Serra não gosta de nordestinos, que vai acabar com o Bolsa Família, que ele é contra a Zona Franca de Manaus, que vai suspender concursos públicos, arrochar salários dos funcionários, tirar direitos desta ou daquela categoria, e privatizar o Banco do Brasil, a Petrobras, o Pão de Açúcar e o lado brasileiro das Cataratas do Iguaçu”.

Para rebater as mensagens disseminadas pelos blogs, Graeff criou o “Gente que mente”. Na descrição, o partido esclarece que “esse blog foi criado pelo PSDB e é administrado por um grupo de colaboradores do partido. O nosso objetivo é combater o uso da mentira como arma política”. Na lista de mentiras apontadas pelo blog estão, principalmente, declarações de Dilma Rousseff e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre obras e projetos do governo petista.

No fim de abril, o PT ingressou com duas representações contra o PSDB por considerar o site um ataque à honra da pré-candidata petista. “É uma campanha suja contra Dilma”, diz o deputado José Eduardo Cardozo (SP), secretário-geral do PT e um dos coordenadores da campanha de Dilma. Um dos exemplos de agressão dado pelo deputado é a frase “Dilma, só fraude explica”, divulgada pelo site. Uma das representações foi protocolada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e acusa os tucanos de propaganda negativa e antecipada. Se o PSDB for condenado, terá que pagar multa de 5 mil reais a 25 mil reais, além de retirar o conteúdo do site. A segunda, criminal, junto à Procuradoria Geral da República, tem como alvo Eduardo Graeff. A pena para o crime vai de um a seis meses de detenção, além de multa.

De acordo com Graeff, a audiência do “Gente que mente” aumentou em dez vezes após as representações. Além deste, o dirigente tucano registrou outro domínio anti-petista. O site “Petralhas” foi registrado pelo Instituto Social Democrata, criado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, e está inativo.

Manuais anti-Dilma e anti-Serra

As duas campanhas montaram centrais de produção de informações para abastecer os parlamentares e lideranças envolvidas no debate da sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os governistas recebem emails com a reprodução de artigos e análises publicados pela mídia em defesa da pré-candidata petista e do PT e de ataques ao adversário. Nos emails dos deputados da base aliada, é comum o recebimento de matérias criticando a cobertura da imprensa, considerada sem equilíbrio.

Na oposição, uma linha da estratégia é orientar os parlamentares para apresentação de discurso afinado de temas relevantes da semana. Via e-mail, integrantes do PSDB, DEM e PPS receberam “papers” com sugestões de argumentos a serem explorados em entrevistas. O texto foi atribuído a Luiz Gonzalez, que nega a autoria.

portal ig

Anúncios

Deixe aqui seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Informação

Publicado em 14/05/2010 por em Uncategorized.

Democratização da mídia, apóie!

Seja amigo do Barão!

Digite seu e-mail para seguir este blog e receber notificações de novos posts.

Junte-se a 3.450 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: